Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Palavras chave

Últimos assuntos
» POR QUE AS PESSOAS ABANDONAM A “IGREJA”
Ter Jan 20, 2015 1:28 pm por Jardim Regado

» Para que são os "sinais"?
Seg Out 27, 2014 8:03 pm por Jardim Regado

» Fórum - Transformando "igrejados" em "desigrejados"
Seg Jul 28, 2014 5:29 pm por rasabino

» O Evangelho Vive #25
Qua Jun 11, 2014 5:00 pm por Jardim Regado

» Desabafo 3
Sex Maio 16, 2014 7:48 pm por rasabino

» Desabafo 2
Sex Maio 16, 2014 7:47 pm por rasabino

» Desabafo 1
Sex Maio 16, 2014 7:46 pm por rasabino

» O Evangelho Vive #24
Ter Abr 22, 2014 9:10 pm por rasabino

» O Evangelho Vive #23
Ter Abr 22, 2014 4:41 pm por rasabino

Novembro 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
  12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930   

Calendário Calendário

Parceiros
Fórum grátis


Tanto faz pecar ou não?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Tanto faz pecar ou não?

Mensagem por Jardim Regado em Sab Abr 20, 2013 7:20 am

avatar
Jardim Regado

Mensagens : 223
Data de inscrição : 17/03/2013
Idade : 46
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://janetecardoso.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tanto faz pecar ou não?

Mensagem por rasabino em Sab Abr 20, 2013 8:54 am

Jardim Regado escreveu:Segue uma explanção sobre o que penso a respeito:


http://janetecardoso.blogspot.com.br/2013/04/o-cordeiro-imolado-antes-da-fundacao-do.html

Quando Jesus diz "que o mundo jaz no mal (maligno)" Ele estava revelando nossa natureza mais primitiva, pois o mundo é que está dentro em nós e não em geografias ou objetos para fora de nós. Existe dentro nós o bem e o mal, portanto "mundo" é um diabolos interno, que insiste no ensino que é possível viver na ambiguidade. Viver na ambiguidade é morte, e porisso nosso corpo físico já está condenado a morte. A morte do corpo físico é o desfazimento da ambiguidade, separando para sempre o bem (espirito que volta pra Deus) do mal (concupiscências da alma).

O que de fato nos faz andar no espirito (consciência/bem) é a manifestação de Deus em nós na pessoa do Espirito Santo, que nos guia a toda verdade, qual seja, andar em AMOR! Sem o Espirito Santo atuante em nosso espirito o que nos guia são leis morais e éticas para serem cumpridas. Traduzindo: Religião!

Concluindo o tópico:

Tanto faz pecar ou não?
Nossa salvação nos é possível mediante a fé na Graça de Deus. Neste sentido, nossos pecados não tem o poder de invalidar o que Jesus fez na Cruz, qual seja, nos purificar de todos os nossos pecados. Para este que crê no sacrifício expiatório de Cristo nenhuma condenação existe mesmo que venha a pecar.

Tanto faz pecar ou não?

Romanos 6:1-2
1 - QUE diremos pois? Permaneceremos no pecado, para que a graça abunde?
2 - De modo nenhum. Nós, que estamos mortos para o pecado, como viveremos ainda nele?

Nós que estamos "mortos" para o pecado. O que isto significa?

O conhecimento da Lei me trouxe a consciência do pecado. E a Lei é clara: a alma que pecar morrerá! Antes eu pecava e tinha prazer no pecado com ou sem consciência da Lei. Hoje quando peco não existe alegria, senão tristeza, como se uma morte atingisse algo dentro do meu coração. Assim, todos os dias olho para Jesus e aprendo com Ele como viver em AMOR. Não penso mais em como me desviar do pecado que tão de perto me rodeia. O "pecado" não é mais o meu assunto dos pensamentos. Esta é a definição de "santificação". O AMOR de Deus (Espirito Santo) derramado em nossos corações nos santifica em AMOR! Não precisamos mais de Lei que me diga o que é ou não pecado. Preciso saber o que é AMOR! Quem aprende a AMAR cumpre toda Lei!

"Mortos" para o pecado mas Vivos para AMAR!

Romanos 6:11
11 - Assim também vós considerai-vos como mortos para o pecado, mas vivos para Deus em Cristo Jesus nosso Senhor.

"considerai-vos como mortos para o pecado"

Se não nos considerarmos desta maneira, se não houver em nós uma consciência neste nível, o pecado nos causará danos, teremos uma vida atribulada de culpas e inquietações, mas jamais seremos condenados a morte eterna por este motivo, pois Jesus expiou todos os pecados de toda a humanidade desde a fundação do mundo!

Vida abundante é para quem aprende a AMAR todos os dias, e não para quem contabiliza os pecados evitados!
avatar
rasabino

Mensagens : 215
Data de inscrição : 18/03/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tanto faz pecar ou não?

Mensagem por Jardim Regado em Sab Abr 20, 2013 9:17 am

Amém! Smile
Como eu queria que algumas pessoas que conheço, tivessem a oportunidade de estar aqui, mas até mesmo este convite, se recusam a aceitar...


Antes eu pecava e tinha prazer no pecado com ou sem consciência da Lei. Hoje quando peco não existe alegria, senão tristeza, como se uma morte atingisse algo dentro do meu coração.

É justamente sobre isso que tenho sentido inquietação. Enquanto os líderes incentivam as pessoas à mergulharem em seus instintos e agirem como se isso fosse inevitável, me lembro das palavras de Jesus, dizendo que quem odeia, é assassino, quem cobiça uma pessoa com má intenção, já adulterou e tantas outras verdades que nos fazem enxergar nossa condição.

À partir da consciência do que somos, tendo o Espírito habitando em nós, entendemos que embora estejamos sujeitos à desejar alguém indevidamente (e já é adultério) consumar o pecado e manter um caso extra conjugal, não pode fazer parte da vida de um cristão. da mesma forma, não estamos livres de nos irar e dizer coisas que podem ferir, mas um cristão não vai sair por aí assassinando em série. Há o pecado que habita na carne, mas nós o vencemos com o espírito. Ninguém que se renda aos seus impulsos primitivos constantemente, pode se dizer habitação do Espírito Santo.

Eu também não me preocupo com minhas obras, me preocupo em amar. Mas sou acusada constantemente de ter uma coerência até chata, porque penso no Evangelho o tempo inteiro. Se erro, me preocupo em me consertar, se minha carne dá seus pitacos, sei onde tropecei. O ambiente do pecado, não pode ser confortável pra mim. É assim que penso.

Ninguém contabiliza pecados evitados como marcas alcançadas, é vanglória. Mas a pessoa que nunca os evita, expõe Jesus ao vitupério e ridiculariza a Cruz. Andamos pelas veredas que Deus nos preparou de antemão para que andássemos por elas. Isso é consequencia natural na vida do salvo. Que porção eu terei com Deus, se faço questão de afrontá-lo dia e noite?

Amando, não é necessário esforço. O amor por si só já dá seus frutos. A questão não é ser ou não condenado, mas o prazer de andar com Cristo.
avatar
Jardim Regado

Mensagens : 223
Data de inscrição : 17/03/2013
Idade : 46
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://janetecardoso.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tanto faz pecar ou não?

Mensagem por Jardim Regado em Sab Abr 20, 2013 10:40 am

Eu observo as coisas que acontecem ao redor e realmente me preocupo com a distorção que se prega à partir de verdades bíblicas. É fato que já não há condenação para quem aceita a mediação de Cristo, mas sem fé, o amor de Deus não constrange ninguém.

Uma conhecida nossa, sempre bate no peito para dizer que não despede ninguém vazio, que faz isso e aquilo, mas jamais se arrependeu das mentiras que está habituada a falar. Se você disser: "moça, largue a mentira porque ela é morte", a moça vai dizer que você é um juíz e quer lançá-la no inferno.

Obra nenhuma tira do altar de Cristo quem deseje estar nele, até porque o Santo é Ele, que nos santifica a partir de sua própria santidade. Mas insistir nas nossas práticas reprováveis, não é indício de doença na alma?

Postei um convite no twitter, para que as pessoas venham participar com a gente. Imediatamente um moço (o que mereceu um post meu "O Moço"). Disse que ele tinha era que esfregar suas partes nas nossas caras e disse que o convite provocou ódio. O moço se diz cristão e é fã de Caio Fábio. Não fiz o convite à ele, apenas postei no meu twitter.

Numa outra ocasião, um jovem me pediu perdão e isso me alegrou muito. Mas em seguida ele disse que não queria reconciliação, apenas pedir perdão. Na minha concepção, o perdão restaura relações. A ofendida era eu, mas era ele quem não queria restaurar a amizade. Não houve cura, ao contrário, cada vez que penso nele, meus olhos lacrimejam.

São essas coisas que me inquietam. Antes, por medo do inferno, as pessoas tinham uma postura distinta. Hoje, como somos mais esclarecidos e já não fazemos nossas escolhas a partir do medo, há essa frouxidão no caráter, esse corpo mole pras coisas de Deus.
avatar
Jardim Regado

Mensagens : 223
Data de inscrição : 17/03/2013
Idade : 46
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://janetecardoso.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tanto faz pecar ou não?

Mensagem por rasabino em Sab Abr 20, 2013 12:48 pm

Jardim Regado escreveu:
Uma conhecida nossa, sempre bate no peito para dizer que não despede ninguém vazio, que faz isso e aquilo, mas jamais se arrependeu das mentiras que está habituada a falar. Se você disser: "moça, largue a mentira porque ela é morte", a moça vai dizer que você é um juíz e quer lançá-la no inferno. Obra nenhuma tira do altar de Cristo quem deseje estar nele, até porque o Santo é Ele, que nos santifica a partir de sua própria santidade. Mas insistir nas nossas práticas reprováveis, não é indício de doença na alma?

Fica claro que os sintomas (ações e reações) das pessoas "esclarecidas" ainda estão muito distante destas palavras de Jesus:
Mateus 5:20
20 - Porque vos digo que, se a vossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no reino dos céus.

Porém "entrar no reino" não significa ser salvo ou ressuscitado, porque o reino de Deus consiste em "paz, alegria e justiça". Entrar neste estado permanente de Paz, alegria e saber-se justificado, só o faz quem de fato exceder a justiça dos fariseus e saduceus.

O Evangelho não se desenvolve quando nos "fermentamos" com as doutrinas de fariseus e de saduceus.
A justiça que Jesus se refere é a mesma da Cruz, qual seja, Ele nos reconciliou com Deus e derrubou as inimizades. Dizer que está reconciliado com o Pai e ainda não o fez com o próximo é hipocrisia!
De fato, caminharmos ao lado de pessoas que perdoamos, porém sabemos que não tardará a ofensa se manifestar novamente, requer uma estrutura de amor e consciência muito mais abundante. Tenho que ser verdadeiro e admitir quando esta estrutura ainda não está desenvolvida suficiente em mim. Então, terei algo para desenvolver, e não o meu próximo que anda manquejando nos relacionamentos.

Jardim Regado escreveu:"Uma conhecida nossa, sempre bate no peito para dizer que não despede ninguém vazio, que faz isso e aquilo, mas jamais se arrependeu das mentiras que está habituada a falar. Se você disser: "moça, largue a mentira porque ela é morte", a moça vai dizer que você é um juíz e quer lançá-la no inferno."

Continue amando-a e perdoando-a, e saiba, ela já está perdoada desde a fundação do mundo! Somente o ES pode nos convencer de pecado.
Há tempo para todas as coisas debaixo do sol. Um dia tudo isto se desfará para sempre!
avatar
rasabino

Mensagens : 215
Data de inscrição : 18/03/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tanto faz pecar ou não?

Mensagem por Jardim Regado em Sab Abr 20, 2013 12:56 pm

Amém Smile
Acho que é a gente que sempre tem que estar preparado para ofertar sem nada receber. Dar e receber ao mesmo tempo é uma simbiose rara.

Abraços, querido! (ontem cheguei tarde e você já não estava no skype.)
A gente se fala.
avatar
Jardim Regado

Mensagens : 223
Data de inscrição : 17/03/2013
Idade : 46
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://janetecardoso.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

Re: Tanto faz pecar ou não?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum