Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Palavras chave

Últimos assuntos
» POR QUE AS PESSOAS ABANDONAM A “IGREJA”
Ter Jan 20, 2015 1:28 pm por Jardim Regado

» Para que são os "sinais"?
Seg Out 27, 2014 8:03 pm por Jardim Regado

» Fórum - Transformando "igrejados" em "desigrejados"
Seg Jul 28, 2014 5:29 pm por rasabino

» O Evangelho Vive #25
Qua Jun 11, 2014 5:00 pm por Jardim Regado

» Desabafo 3
Sex Maio 16, 2014 7:48 pm por rasabino

» Desabafo 2
Sex Maio 16, 2014 7:47 pm por rasabino

» Desabafo 1
Sex Maio 16, 2014 7:46 pm por rasabino

» O Evangelho Vive #24
Ter Abr 22, 2014 9:10 pm por rasabino

» O Evangelho Vive #23
Ter Abr 22, 2014 4:41 pm por rasabino

Outubro 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
      1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031     

Calendário Calendário

Parceiros
Fórum grátis


O Evangelho Vive #06

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O Evangelho Vive #06

Mensagem por rasabino em Qua Abr 03, 2013 11:15 am

avatar
rasabino

Mensagens : 215
Data de inscrição : 18/03/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Evangelho Vive #06

Mensagem por Jardim Regado em Qua Abr 10, 2013 9:37 pm

Me lembrei do Feliciano pregando a vingança de Deus em Jhon Lennon.
Desse deus eu também quero distância.

Mas fiquei preocupada com sua afirmação "tanto faz pecar ou não pecar" porque o que crê, automaticamente evita o pecado.

Estou editando esta resposta, porque ontem li uns cristãos pós-modernos, fazendo apologia ao pecado. Um dizia assim, em um microconto:

Laion: "Ela vivia seus pecados escandalosamente sem culpa, o que fazia morrer de inveja os que não estavam certos de sua identidade."

e o outro respondeu:

Elienai: "Ele pecava sem culpa. Insuportável para os que não pecam com culpa."

Fiquei pensando nas pessoas superficiais que se identificam obviamente com esta teologia anticristã e passam a pecar habitualmente e deliberadamente, sem fazer contato com suas culpas.

Sim, já não há condenação para AQUELES QUE ESTÃO em Cristo. Mas a culpa ainda é nossa. É fato que quem pagou por esta culpa foi o inocente no nosso lugar, mas é justamente por isso que o amor de Deus nos constrange.

Há os pecados de nosso instinto e destes não podemos fugir, somos carne. Mas fazer este poucoo caso sobre nossas escolhas, é indício de que o amor de Deus não nos constrange, logo não houve consciência do que somos e nem conversão.

É preciso fazer contato com nossas culpas sim, pois elas estavam sobre Cristo atemporalmente, mas está sobre nós dentro do tempo. Se não houver arrependimento contínuo sobre as nossas práticas cotidianas, seremos como os psicopatas que fazem o mal aos outros, mas agem como se nada tivesse acontecido.

Sabemos que não seremos condenados, mas porque alguém pagou o preço e não porque somos inocentes.

Abração!
avatar
Jardim Regado

Mensagens : 223
Data de inscrição : 17/03/2013
Idade : 45
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://janetecardoso.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum