Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Palavras chave

Últimos assuntos
» POR QUE AS PESSOAS ABANDONAM A “IGREJA”
Ter Jan 20, 2015 1:28 pm por Jardim Regado

» Para que são os "sinais"?
Seg Out 27, 2014 8:03 pm por Jardim Regado

» Fórum - Transformando "igrejados" em "desigrejados"
Seg Jul 28, 2014 5:29 pm por rasabino

» O Evangelho Vive #25
Qua Jun 11, 2014 5:00 pm por Jardim Regado

» Desabafo 3
Sex Maio 16, 2014 7:48 pm por rasabino

» Desabafo 2
Sex Maio 16, 2014 7:47 pm por rasabino

» Desabafo 1
Sex Maio 16, 2014 7:46 pm por rasabino

» O Evangelho Vive #24
Ter Abr 22, 2014 9:10 pm por rasabino

» O Evangelho Vive #23
Ter Abr 22, 2014 4:41 pm por rasabino

Novembro 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
  12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930   

Calendário Calendário

Parceiros
Fórum grátis


A Lei da Graça

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A Lei da Graça

Mensagem por Jardim Regado em Sex Nov 08, 2013 5:20 pm

Relembrando a primeira mensagem :

Nos últimos dias tenho conversado com muita gente de Deus a respeito do antagonismo que existe entre a Lei e a Graça.

Isto porque para grande parte daqueles que se aproximam de Deus, a pessoa ainda carrega o sentimento de que é pelo esforço que esta natureza humana, caída em desgraça pelo pecado, herda a santificação e a vida eterna.

Esse pensamento judaico cristão, muito se deve ao apego das igrejas evangélicas às obras mortas do passado, fazendo dos ritos e das cerimônias cristãs, seu costume, sua forma de buscar se justificar a si mesmo diante de Deus e dos homens, numa tentativa vã de aliviar a culpa da própria consciência, fazendo e chamando cerimónias, liturgias, e ritos, de meu Deus. A apenas confiar na GRAÇA redentora, por meio da fé em Cristo Jesus, como o seu único Deus.

Os incrédulos, mesmo aqueles que estão filiados a uma instituição evangélica cristã, que foram aclamados em assembleia, com todos os direitos e deveres pertinentes ao regimento do lugar. É que questionam se o fato de viverem pela GRAÇA, outorga então a eles permissividade para fazerem o que quiserem, uma vez que não estão mais debaixo da lei. Porquanto, apesar de membros de uma instituição cristã, ainda sois carnais, e sem discernimento espiritual do que é experimentar em si mesmo, o dom de Deus, em Cristo Jesus, pela Graça, mediante a fé.

A estes, digo apenas que Jesus não desfez, tampouco deu permissão a qualquer que seja, para que viva ausente de Lei, por causa da Graça. Antes, Jesus cumpriu toda a exigência da lei cerimonial, para que vivamos debaixo na Lei da Graça.

E isto mesmo meus amados. Em Cristo, estamos debaixo da Lei.

Mas, que Lei?

Queridos, antes que viéssemos a existir, para além do tempo, e de todas as coisas objetivas, sejam as dos mundos visíveis, ou as não vistas por nós humanos; ou, ainda, as sujeitas à cronologia humana, e ao tempo. Deus, que é atemporal, numa aliança eterna com o seu Filho amado, Jesus Cristo, fez cair sobre Ele todo o peso do pecado. E isto, mesmo antes de trazer à existência toda a obra da criação, já estando tudo feito, por Ele, por meio Dele, e para Ele.

Deus consumou, na eternidade, mediante o pacto da redenção, a Lei da Vida. De maneira que o que era apenas sombra na Antiga Aliança, aviltada por meio da lei de Moisés. Veio a ser realidade na Nova e eterna Aliança, consumada desde antes fundação do mundo, em Cristo Jesus. O Senhor Soberano daqueles que Creem, a saber: a sua Igreja.

Ou seja, Jesus não desfez a lei. Antes, ele se sujeitou a ela, fazendo cair sobre si, os pecados do mundo inteiro. Pois, para aplacar a ira de Deus de sobre os homens; era necessário que houvesse derramamento de sangue. Para isto, o Cordeiro de Deus se ofereceu para ser, e foi imolado no pacto eterno, onde Deus erigiu a Cruz de Cristo, para a eterna salvação de todo aquele que Nele crê.

A obra da redenção jamais dependeu de quem quer, ou de quem corre por ela. Mas de Deus, que se compadeceu, e que usa de misericórdia, por meio de Cristo Jesus.

A lei cumpriu cabalmente o seu papel na obra da redenção. O de conduzir a Cristo, e Cristo, a Deus.

Assim, o que iniciou na lei através do derramamento do sangue de animais, sombra do trato feito pelo Pai e o Filho na eternidade, e que inicialmente foi representado por ritos e cerimonias da lei. Era apenas figura, um meio tangível para que os da Antiga Aliança fossem levados a Cristo, preparando o caminho do Senhor, até que viesse a plenitude dos tempos. Onde Jesus, o Cristo; Autor e Consumador da fé; se manifestou entre os homens. Sem que isto fosse uma supressa, uma vez que desde sempre, a promessa do Cordeiro Imaculado de Deus em se dar a conhecer aos homens, se cumpriria, se cumpriu, e se cumpre em Jesus. Para que a sua Igreja herde, de Graça e, pela Graça, o dom da Vida Eterna, agora segundo a Lei de Cristo.

O Cordeiro se colocou entre Deus e os Homens, e foi sacrificado. Recebendo sobre si o castigo a qual estava sujeita toda criação; suportando a morte, e morte de Cruz. Para que a Igreja seja Salva, e viva sob a tutela da Lei do AMOR.

Ou seja, Jesus foi morto e ressuscitado por todos desde sempre, a fim de redimir a Igreja. As ovelhas do aprisco. Os chamados pelo Nome do Senhor. Os doentes que precisam de médico. Os filhos da Luz. Sim. Ele morreu para salvar aqueles que haveriam de ser o sal da terra e a luz do mundo. Aqueles que o Pai lhe confiou. Os escolhidos dentre muitos chamados. E que perseveram até o fim. Cujo único soberano é Jesus Cristo. Ele morreu para aqueles que foram e estão selados pelo Espírito Santo da promessa. Extraídos de um tremedal de pecados. Enxertados na árvore da Vida. Que dão frutos de justiça da raiz que é santíssima. Ele morreu para os que retêm a Palavra da Verdade. Que discernem a voz do Bom Pastor das Ovelhas. Que não seguem ao estranho. Cujos corações permanecem cheio de gratidão pela obra consumada desde a eternidade.

Em Cristo, a Igreja está debaixo da Lei. Mas, agora, da Lei da Graça.

Onde Ele é o Supremo Pastor, Bispo, e Sumo Sacerdote da nossa alma.

Único digno de ser adorado. Porquanto na sua morte, aquele que crê, herda a vida, e vida eterna.

Convido você a pensar comigo o que a Graça de Deus em Cristo Jesus não é:

A graça não é permissividade para a devassidão da carne.

Nunca teve como propósito desfazer a lei de Moisés.

Não isenta ninguém de se submeter à Lei de Cristo e a sua Palavra

Não outorga a ninguém direito para a libertinagem.

Não dá imunidade à Igreja para viver ainda na prática do pecado. E isto, mesmo sendo uma comunidade de pecadores.

Não alforria ninguém das aflições pertinentes a esta vida.

Não faz acepção de pessoas.

Não demanda do ser nada para além do que a pessoa é. Ou seja, um pecador perdoado eternamente por Deus.

Não confere a ninguém poderes especiais para nada além do poder de servir e de amar a todos como a ti mesmo.

Não faz especiais, coisas, pessoas, lugares, mesmo os considerados habitats santos.

Não concede primazia a ninguém, nem aos que se fazem maiores do que os demais homens.

Não tem lugar certo para a adoração, e nem se condiciona a ambientes e a ritos especiais.

Não valoriza aos que tentam se purificar a si mesmos, por guardarem fragmentos velhos, pobres, e fracos da lei. Antes, a Graça os humilha diante de Deus, apesar de serem exaltados entre os homens.

Não se instala nos sadios aos seus próprios olhos.

Não objetiva nada para além de fazer do ser que a professa, igual a Jesus Cristo.

Não se restringe às expressões verbalizadas, mesmo as extraídas da Bíblia. Ela é antes um presente que se manifesta nas atitudes, e não apenas de palavras.

Não é uma utopia divina, mas expressão no que creu do AMOR e do PERDÃO de Deus.

Pois, a lei, com seus ritos e cerimônias asseveram: faça isto, e viverás.

A Graça de Deus em Cristo Jesus diz: viva, e então farás.

A lei mata.

A Graça vivifica.

A lei sacrificou o Cordeiro Santo de Deus, por causa do pecado da humanidade.

A Graça o ressuscitou da morte, outorgando VIDA a todo aquele que Nele crê.

A lei premia o melhor.

A Graça salva o pior.

A lei eleva a pessoa diante dos homens.

A Graça levanta os caídos em desgraça pelo pecado, diante de Deus.

A lei faz separação entre o homem e Deus.

A Graça de Deus em Cristo Jesus reconcilia o pecador a Deus.

A lei conduz pelas veredas da morte.

A Graça guia no caminho da Justiça e da vida eterna.

A lei confere ao homem o poder de legislar sobre o seu semelhante.

A Graça outorga a virtude de sofrer dignamente como servo de Cristo e de todos os homens.

A lei faz dos ritos e das cerimônias, o seu deus.

A Graça revela Cristo Jesus como único e suficiente Deus.

A Lei condecora o que merece.

A Graça é um presente conferido ao que não tem qualquer mérito. É dom de Deus.

A lei aponta para a sombra.

A Graça conduz para a realidade.

A lei faz menção a Moisés.

A Graça remete a Cristo.

A lei avulta o sacerdote humano da linhagem de Arão.

A Graça exalta a Cristo, como único soberano e sumo sacerdote da Igreja, sob a ordem de Melquisedeque.

A lei aponta para as benesses a serem recebidas no futuro advindas do esforço humano.

A Graça revela que tudo, desde a eternidade, está consumado em Cristo Jesus, e que não dependeu e não depende de nenhum de nós. É obra de Deus.

A lei imputa o pecado herdado em Adão.

A Graça outorga a Justiça de Deus em Cristo.

Portanto meus amados, neste breve paralelo entre a lei e a Graça. Resta-nos concluir que estamos sob a tutela da Lei da Graça, em Cristo Jesus, o Soberano da Igreja. Para que vivamos acima de tudo na Lei perfeita, a saber: O AMOR.

De maneira que se alguém aspira viver sob a lei. Que viva então pela Lei da Graça. No amor a Deus e ao próximo como a ti mesmo.

Na Lei da Graça. Aquele que ama, cumpriu toda a lei.

Porque sem Amor, nada adiantará.

Outra vez digo: nada.

A estes, que vivem na Lei do Amor, pela graça, nada os poderá separar do Amor de Deus.

Portanto:

É tempo de viver somente por Cristo, somente pela Graça, somente pela fé, e somente pela Palavra.

É Tempo de abandonar as coisas próprias de menino, e crescer na Graça e no Conhecimento de Cristo Jesus.

É tempo de Amar, mas amar de verdade, de toda a tua alma, de tua a força, e de todo o teu entendimento.

É tempo de confiar no AMOR de Deus e, pela Graça, ser expressão de Cristo, da sua vida, e do seu amor. Tendo em nós, ou seja, na Sua Igreja, o mesmo sentimento que houve em Cristo Jesus.

É tempo de deixar de ter a Graça apenas como slogan evangélico cristão. Mas viver por ela, frutificando segundo o dom de Deus, para a edificação da Igreja, anunciado com a Vida a chegada do Reino de Deus.

É tempo de vencer as tentações do mundo, da carne, e do diabo, pela Graça de padecer por Cristo, e não com palavras e discursos. Resistindo firmes na fé, unidos a Cristo e, uns aos outros, em AMOR fraterno, até o fim.

A Graça de Cristo basta ao que crê.

Você crê?

Fazes muito bem.

Aquele que creu, e que permanece crendo, é um bem aventurado, porque tem consciência de que herdou gratuitamente e, imerecidamente, as benesses da Cruz de Cristo, pela Graça, por meio Daquele que gerou fé, para que você creia em Deus, e seja galardoado com o prêmio da vida eterna, preparada aos que hão de herdar a salvação, desde antes da fundação do mundo.

Estes, sim. Eles vivem debaixo da Lei de Cristo.

Porque a Lei da Graça em Cristo Jesus, nos livrou da lei, do pecado, e da morte, desde a eternidade.

Louvado seja sempre o Cordeiro Santo de Deus. Que perdoou, perdoa, e sempre perdoará todo pecado daquele que Nele crê. Pois Ele conhece cada uma das ovelhas, aquelas que haverão de herdar a salvação, desde a eternidade, para Ele mesmo as conduzir em triunfo até o dia de Cristo, sem jamais perder nenhuma delas no caminho, exceto o filho da perdição para que se cumprissem as escrituras.

Se é que você está em Cristo, e que tem o Selo da promessa residindo na tenda do teu coração. Então viva em Amor, glorificando a Cristo, militando dignamente por preservar a unidade da Igreja no vínculo da paz, em nada tendo a própria vida como preciosa, contanto que cumpra cabalmente a GRAÇA de ter sido eleito Igreja Imaculada do Deus Vivo, para testemunho do Nome do Senhor.

Pense nisso.

Em Cristo, em Quem o cumprimento da Lei perfeita, é vivermos em AMOR a Deus e, uns aos outros, até que Ele venha, pela Graça, por meio da fé em Cristo Jesus.

Reginaldo Xavier
Belo Horizonte, 06 de novembro de 2013

_________________
"Serás como um jardim regado e como um manancial, cujas águas nunca faltam Is 58:11b"

http://janetecardoso.blogspot.com.br/
avatar
Jardim Regado

Mensagens : 223
Data de inscrição : 17/03/2013
Idade : 46
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://janetecardoso.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: A Lei da Graça

Mensagem por Gilson Paiva em Seg Nov 11, 2013 7:16 pm

Sinto muito irmão Rasabino mas não entendeu minhas perguntas....

Deixa pra lá....!

Obrigado pela boa vontade e interesse...
Deus te retribua o carinho e a boa intenção !

Gilson Paiva

Mensagens : 31
Data de inscrição : 08/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por Jardim Regado em Seg Nov 11, 2013 7:21 pm

Também não entendi, Gilson.
O Rasabino esmiuçou o assunto, faltou o que?

_________________
"Serás como um jardim regado e como um manancial, cujas águas nunca faltam Is 58:11b"

http://janetecardoso.blogspot.com.br/
avatar
Jardim Regado

Mensagens : 223
Data de inscrição : 17/03/2013
Idade : 46
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://janetecardoso.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por Gilson Paiva em Seg Nov 11, 2013 7:25 pm

Irmão Vasuilvan...

Vou te fazer as mesmas perguntas que fiz ao Rasabino:

1- Por efeito do episódio na Cruz , Estamos desobrigados de Observar qualquer parte que seja do Conteúdo de um livro escrito por Moisés conhecido como a "Lei" ou a "Lei de Moisés" ?


2- Existem alguma parte desse conteúdo ainda vigente ou o conteúdo foi totalmente abolido ?


Pois sabemos que o termo"Lei de Moisés " se refere a um livro com o registro de todos os mandamentos e leis de Deus , narrativas , Genologias, Profecias e preceitos.....

Aguardo respostas..

Deus te abençoe !

Gilson Paiva

Mensagens : 31
Data de inscrição : 08/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por Jardim Regado em Seg Nov 11, 2013 7:28 pm

vasuilvan escreveu:
  Agora me surgiu uma pergunta....

  A lei inscrita é a mesma lei que era escrita?  
Penso assim: A Lei é a mesma, mas apresentada de forma diferente, porque israel era um povo almático e para assimilar a Lei de Cristo, é preciso ser habitação do Espírito Santo. O Espírito da Lei sempre foi o amor, mas os hebreus não tinham condições de assimilar, se não fosse por ordenanças externas.

_________________
"Serás como um jardim regado e como um manancial, cujas águas nunca faltam Is 58:11b"

http://janetecardoso.blogspot.com.br/
avatar
Jardim Regado

Mensagens : 223
Data de inscrição : 17/03/2013
Idade : 46
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://janetecardoso.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por Jardim Regado em Seg Nov 11, 2013 7:33 pm

Gilson, você se refere ao decálogo, escrito por Deus em pedra, guardado na Arca ou às leis escritas e transcritas várias vezes pelos escribas em pergaminhos?

_________________
"Serás como um jardim regado e como um manancial, cujas águas nunca faltam Is 58:11b"

http://janetecardoso.blogspot.com.br/
avatar
Jardim Regado

Mensagens : 223
Data de inscrição : 17/03/2013
Idade : 46
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://janetecardoso.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por vasuilvan em Ter Nov 12, 2013 9:29 am


Boa tarde amigos....Na minha infinita pequenez, no que tange ao conhecimento, vou tentar explicar do que entendi acerca do que o Gilson questiona...

Vou utilizar 2 passagens como referência...

"Esta é a aliança que farei com a comunidade de Israel depois daqueles dias", declara o Senhor. "Porei minhas leis em suas mentes e as escreverei em seus corações. Serei o Deus deles, e eles serão o meu povo.
Hebreus 8:10


Nesta passagem entendo que DEUS, tem a intenção de eternizar algo em nosso íntimo e declara isso são LEIS...

Na sua carne desfez a inimizade, isto é, a lei dos mandamentos, que consistia em ordenanças, para criar em si mesmo dos dois um novo homem, fazendo a paz,
Efésios 2:15

Então aqui, identifico uma parte da lei que foi abolida na cruz. Não penso que Cristo tenha inscrito mandamentos ritualísticos em nosso íntimo e em nossas mentes.


Voltando à resposta do Roberto sabino, penso que se trocar o termo desobrigados de obedecer,,,,, por autorizados a desobedecer, talvez se aproxime um pouco mais do questionamento do irmão Gilson...


na paz...

vasuilvan

Mensagens : 11
Data de inscrição : 09/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por rasabino em Ter Nov 12, 2013 2:10 pm

Gilson Paiva escreveu:Sinto muito irmão Rasabino mas não entendeu minhas perguntas....

Deixa pra lá....!

Obrigado pela boa vontade e interesse...
Deus te retribua o carinho e a boa intenção !
Amém! As vezes também busco respostas as quais ainda não encontrei, outras vezes busco por respostas que coincidam com minha intuição (espirito), e outras que coincidam com a minha alma.

Você tem as respostas às perguntas que me fêz!

_________________
No amor,

Roberto A. Sabino
Blog O Evangelho Vive
rasabino@yahoo.com.br
(044)9805-7891
avatar
rasabino

Mensagens : 215
Data de inscrição : 18/03/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por Gilson Paiva em Ter Nov 12, 2013 2:53 pm

Jardim Regado escreveu:Gilson, você se refere ao decálogo, escrito por Deus em pedra, guardado na Arca ou às leis escritas e transcritas várias vezes pelos escribas em pergaminhos?
Me refiro a um livro que Moisés escreveu a mandado de Deus e que foi conhecido como "Lei de Moisés ou livro da lei"( 2 Crônicas 34 :14-15)
O conteúdo desse livro abrange não só leis e mandamentos mas preceitos , narrativas , Genologias e profecias..
Se tu ler cuidadosamente as referências que diz "Lei de Moisés"  vai entender que sempre esta falando do Livro...
Hoje a "Lei de Moisés"  ainda existe e é  parte de nossa Bíblia  pois abrange os 5 primeiros livros ( Gênesis, Êxodo, Levitíco , Numeros , Deuteronômio)....
Se perguntas que fiz se dirige para este livro ....
Teve seu conteúdo todo abolido ou ainda há partes vigentes ?

Gilson Paiva

Mensagens : 31
Data de inscrição : 08/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por rasabino em Ter Nov 12, 2013 4:11 pm

vasuilvan escreveu:

  Nesta passagem entendo que DEUS, tem a intenção de eternizar algo em nosso íntimo e declara isso são LEIS...
O que Deus quer eternizar em nosso íntimo é o AMOR. Então alguém perguntaria: Mas o que é amor? Como ele se manifesta? Deus escreveu: Não mate, não roube, não adultere, não cobice... e por ai vai. No passado (VT) o povo precisava entender a ação de amar uns aos outros, e sabiamente Deus as escreveu em tábuas de pedra! Tornou-se um conjunto limitado de ações! Agora com a manifestação do Espirito Santo em nós este "conjunto" de ações ficou ainda mais ampliado devido a nossa consciência ter sido habitada pelo ES. Foi porisso que Jesus ao se referir a Lei ela a amplia para dimensões ainda mais subjetivas na base do "Está escrito... Eu porém vos digo...". Nestes sentido é que Paulo nos djz:

E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado. Romanos 5:5

vasuilvan escreveu:
  Na sua carne desfez a inimizade, isto é, a lei dos mandamentos, que consistia em ordenanças, para criar em si mesmo dos dois um novo homem, fazendo a paz,  
Efésios 2:15

    Então aqui, identifico uma parte da lei que foi abolida na cruz.   Não penso que Cristo tenha inscrito mandamentos ritualísticos em nosso íntimo e em nossas mentes.  
Quando lemos na profecia de Ezequiel que Deus faria a inscrição da lei em nossos corações não se trata de um ritual, mas do derramar do Espirito Santo, que nos formaria uma consciência muito mais sensível no que se entende que seja amor.

Já o texto de Efésios que foi citado tem um contexto acerca das alianças (Edênica (inocência), Adâmica (graça), Abrâmica, Mosaica, Davídica e a Nova Aliança em Cristo) da promessa:

Que naquele tempo estáveis sem Cristo, separados da comunidade de Israel, e estranhos às alianças da promessa, não tendo esperança, e sem Deus no mundo. Mas agora em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto. Efésios 2:12-13

Que era somente para aqueles que apresentassem a Deus os sacrifícios exigidos na Lei. Já com o sacrifício de Cristo, a Lei dos sacrifícios (cerimonial) foi abolida (livro de Levíticos), mas não a Lei que ensina a amar.

vasuilvan escreveu:
   Voltando à resposta do Roberto sabino, penso que se trocar o termo desobrigados de obedecer,,,,, por autorizados a desobedecer, talvez se aproxime um pouco mais do questionamento do irmão Gilson...   na paz...
Como assim "autorizados a desobedecer"? Não entendi!

Ora se a Lei ensina o que é amar, estamos desobrigados desta ação?

_________________
No amor,

Roberto A. Sabino
Blog O Evangelho Vive
rasabino@yahoo.com.br
(044)9805-7891
avatar
rasabino

Mensagens : 215
Data de inscrição : 18/03/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por rasabino em Ter Nov 12, 2013 4:17 pm

Gilson Paiva escreveu:
Jardim Regado escreveu:Gilson, você se refere ao decálogo, escrito por Deus em pedra, guardado na Arca ou às leis escritas e transcritas várias vezes pelos escribas em pergaminhos?
Me refiro a um livro que Moisés escreveu a mandado de Deus e que foi conhecido como "Lei de Moisés ou livro da lei"( 2 Crônicas 34 :14-15)
O conteúdo desse livro abrange não só leis e mandamentos mas preceitos , narrativas , Genologias e profecias..
Se tu ler cuidadosamente as referências que diz "Lei de Moisés"  vai entender que sempre esta falando do Livro...
Hoje a "Lei de Moisés"  ainda existe e é  parte de nossa Bíblia  pois abrange os 5 primeiros livros ( Gênesis, Êxodo, Levitíco , Numeros , Deuteronômio)....
Se perguntas que fiz se dirige para este livro ....
Teve seu conteúdo todo abolido ou ainda há partes vigentes ?
Tudo que for da Lei cerimonial está cumprido, assim não resta mais os sacrifícios, nem oblações nem ofertas a serem oferecidas a Deus. Quanto a Lei que nos transmite o ensino acerca do que é amor, para quem não tem o Espirito Santo habitando o ser (sêlo da redenção), ela é uma acusação permanente contra as ações humanas! Por isso ainda permanece como um referencial aos homens acerca do coração de Deus!

_________________
No amor,

Roberto A. Sabino
Blog O Evangelho Vive
rasabino@yahoo.com.br
(044)9805-7891
avatar
rasabino

Mensagens : 215
Data de inscrição : 18/03/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por Gilson Paiva em Qua Nov 13, 2013 6:26 am

Rasabino escreveu:Tudo que for da Lei cerimonial está cumprido, assim não resta mais os sacrifícios, nem oblações nem ofertas a serem oferecidas a Deus. Quanto a Lei que nos transmite o ensino acerca do que é amor, para quem não tem o Espirito Santo habitando o ser (sêlo da redenção), ela é uma acusação permanente contra as ações humanas! Por isso ainda permanece como um referencial aos homens acerca do coração de Deus!
Concordo com você....
Pois a lei de Moisés não tem todo seu conteúdo composto por mandamentos Cerimoniais...
E nem todo mandamento na Lei de Moisés tinha característica cerimonial...
Assim é notável que o pensamento que todo a Lei de Moisés foi abolida não é bíblico...
Tem mandamento e preceitos na lei ainda vigentes e considerados por muitos Cristão de hoje...

Exemplos :

Preceitos ensinados pela Lei de Moisés ainda vigentes:

A Justiça , a Misericórdia e a Fé- Mateus 23 :23

Acredito que nenhum Cristão vai dar como abolido estes preceitos...

Mandamentos ensinados pela Lei de Moisés ainda vigentes:

Amar a Deus e ao próximo pois estes mandamentos foram lidos pelo interprete da Lei na Lei de Moisés depois de perguntado por Jesus -Lucas 10:26-27

Nenhum Cristão dará estes mandamentos como abolidos...

Assim podemos com toda segurança dizer que a ideia de que toda Lei de Moisés foi abolida não é Bíblica...

A Lei de mandamentos em forma de ordenanças não abrange toda Lei de Moisés pois o contexto apresenta mandamentos e preceitos na Lei de Moisés ainda vigentes....

Deus te abençoe querido !

Gilson Paiva

Mensagens : 31
Data de inscrição : 08/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por Jardim Regado em Qua Nov 13, 2013 10:05 am

Todas estas coisas que você citou, estão incluídas no "Amar a Deus acima de todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo." Simples, não?

_________________
"Serás como um jardim regado e como um manancial, cujas águas nunca faltam Is 58:11b"

http://janetecardoso.blogspot.com.br/
avatar
Jardim Regado

Mensagens : 223
Data de inscrição : 17/03/2013
Idade : 46
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://janetecardoso.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por Gilson Paiva em Qua Nov 13, 2013 10:34 am

Jardim Regado escreveu:Todas estas coisas que você citou, estão incluídas no "Amar a Deus acima de todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo." Simples, não?
Sim perfeito...
Quando amo a Deus eu amo o meu próximo....
Assim eu vou honra  meu Pai e Mãe....
Eu não vou cobiça nada do próximo
Eu não vou matar ..
Eu não vou levantar falso testemunho....
Vou seguir naturalmente todo mandamento vigente ainda na Lei...
Mas como a minha pergunta é sobre o conteúdo desta lei logo eu entendo que tua resposta esteja dizendo que não foi todo conteúdo abolido pois amar a Deus e ao próximo continua sendo ensinado e vigente mesmo depois do episódio  da Cruz...
A minha pergunta esta pedindo uma resposta simples..
E você deu e isso é muito importante para mim....
Muito obrigado querida e Deus te abençoe !

Gilson Paiva

Mensagens : 31
Data de inscrição : 08/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por vasuilvan em Qui Nov 14, 2013 8:06 pm


Pessoal, pegando carona numa das citações do gilson, fiquei com algumas dúvidas no tocante ao termo LEI. Depois que li os posts colocados aqui, resolvi ir para as escrituras e tenho percebido o quão diverso, pode a aplicação da palavra LEI.

Por exemplo, Paulo fala de uma lei que traz maldição e também chama a lei de justa, boa e de santa. Parece não está se referindo à mesma coisa...

vasuilvan

Mensagens : 11
Data de inscrição : 09/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por rasabino em Sex Nov 15, 2013 5:08 am

vasuilvan escreveu:
  Pessoal, pegando carona numa das citações do gilson,  fiquei com algumas dúvidas no tocante ao termo LEI.    Depois que li os posts colocados aqui, resolvi ir para as escrituras e tenho percebido o quão diverso, pode a aplicação da palavra LEI.

   Por exemplo, Paulo fala de uma lei que traz maldição e também chama a lei de justa, boa e de santa.  Parece não está se referindo à mesma coisa...
A carta aos Romanos é toda uma escritura jurídica. Tomar conhecimento de toda a carta nos levaria a uma compreensão melhor do que Paulo está doutrinando. Mas vamos ver se conseguimos trazer luz sobre este texto em questão:

Que diremos pois? É a lei pecado? De modo nenhum. Mas eu não conheci o pecado senão pela lei; porque eu não conheceria a concupiscência, se a lei não dissesse: Não cobiçarás. Mas o pecado, tomando ocasião pelo mandamento, operou em mim toda a concupiscência; porquanto sem a lei estava morto o pecado. E eu, nalgum tempo, vivia sem lei, mas, vindo o mandamento, reviveu o pecado, e eu morri. E o mandamento que era para vida, achei eu que me era para morte. Porque o pecado, tomando ocasião pelo mandamento, me enganou, e por ele me matou. E assim a lei é santa, e o mandamento santo, justo e bom. Logo tornou-se-me o bom em morte? De modo nenhum; mas o pecado, para que se mostrasse pecado, operou em mim a morte pelo bem; a fim de que pelo mandamento o pecado se fizesse excessivamente maligno. Romanos 7:7-13

Doutrinar sobre o mandamento é algo incrível. Olhe para o Éden. Volte lá no primeiro mandamento de Deus aos homens:

E ordenou o Senhor Deus ao homem, dizendo: De toda a árvore do jardim comerás livremente, mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás. Gênesis 2:16-17

A Lei criada está atrelada a árvore do conhecimento, no entanto ela suscitou outra transgressão dentro de A/E antes de transgredirem o mandamento específico, ouça:

E viu a mulher que aquela árvore era boa para se comer (cobiça da carne), e agradável aos olhos (cobiça dos olhos), e árvore desejável para dar entendimento (soberba da vida); tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela. Gênesis 3:6

Então temos que se não houver uma escritura (Lei) explicando que "cobiça" também é transgressão e consequente também leva a morte, o que diríamos:

"Mas eu não conheci o pecado senão pela lei; porque eu não conheceria a concupiscência, se a lei não dissesse: Não cobiçarás."

Assim, a Lei é boa, não é pecado, mas o conhecimento dela abre em mim todas as possibilidades de transgressão, de onde vem a doutrina:

Por isso nenhuma carne será justificada diante dele pelas obras da lei, porque pela lei vem o conhecimento do pecado. Romanos 3:20-21

Se não há Lei para ser transgredida nunca haveria pecado no mundo do ponto de vista subjetivo:

No entanto, a morte reinou desde Adão até Moisés, até sobre aqueles que não tinham pecado à semelhança da transgressão de Adão, o qual é a figura daquele que havia de vir. Romanos 5:14

Ora, se o único mandamento de Deus ficou retido no Éden (não coma), por que os homens continuavam a nascer e morrer, afinal a condenação (morte física) para a transgressão não era somente para quem comesse da árvore do conhecimento?

Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte (e não o pecado)passou a todos os homens por isso que todos pecaram. Romanos 5:12

Isto se chama 'MALDIÇÃO". Quando herdamos uma condenação (morte física) sem termos praticado uma transgressão contra uma Lei conhecida, ou seja, recebemos a condenação devida a alguém que pecou anteriormente a nós, nos classificando como pecadores também. Se o envelhecimento das minhas células, e consequentemente a minha limitação a vida (morte), é devido ao pecado cometido por Adão, logo me tornei um condenado sem ter pecado!

Na verdade a LEi serve como um ensino acerca da manutenção da vida. Ela nos protege para que tenhamos vida. Se respeitamos (observamos) a LEI então a possibilidade de que a vida se prolongue se torna maior. No entanto, a maldição da Lei alcançou e continua alcançando a todos os homens, ou seja, todos continuam a passar pela morte. Está é a maldição da qual Cristo veio nos libertar!

E é evidente que pela lei ninguém será justificado diante de Deus, porque o justo viverá pela fé. Gálatas 3:11
Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro; Gálatas 3:13
Mas, antes que a fé viesse, estávamos guardados debaixo da lei, e encerrados para aquela fé que se havia de manifestar. Gálatas 3:23

A ressurreição é a vitória que venceu a maldição da Lei, cuja qual, todos os homens em todos os tempos estavam sujeitos.

Para isto, foi que a Graça (perdão imerecido universal) teve que ser operada antes da Lei, afim de resgatar a todos que estavam sujeitos a maldição da Lei:

E adoraram-na todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro da vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo. Apocalipse 13:8

Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo; pelo qual também temos entrada pela fé a esta graça, na qual estamos firmes, e nos gloriamos na esperança da glória de Deus. Romanos 5:1-2

Pelo que também está escrito: O "justo" (tornou-se justificado) viverá (ressuscitará) pela fé!

A Lei condena, pois ela me traz o conhecimento do meu pecado, e consequentemente me afirma a minha condenação, no entanto, o sangue de Cristo me purifica e me justifica de todo pecado, e a minha fé nEle me salva da condenação, me trazendo vida eterna pela ressurreição a mim concedida como recompensa da minha fé!

Combati o bom combate (uma luta diária contra o pecado que habita meu ser), acabei a carreira (MISSÃO), guardei a fé. 2 Timóteo 4:7
.

São três coisas que o Evangelho nos ensina a manter: A Fé, o AMOR e a Esperança!

A Fé porque ela é o passaporte para a ressurreição.

O AMOR porque ele me faz lutar contra o pecado que habita meu ser, e quando AMO não peco!

A Esperança porque ela me mantém vivo diante das tribulações!

_________________
No amor,

Roberto A. Sabino
Blog O Evangelho Vive
rasabino@yahoo.com.br
(044)9805-7891
avatar
rasabino

Mensagens : 215
Data de inscrição : 18/03/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por Gilson Paiva em Sex Nov 15, 2013 7:06 am

Eu quero dizer que o texto que o Irmão Rasabino fez ao irmão Valsuilvan é um dos mais completos que Já li sobre Lei...
Quero agradecer ao irmão Rasabino por ter postado esta Joia preciosa.....
Me ajudou a completar muitos pontos em aberto em meu entendimento e questionamentos sobre a Lei...

Vou postar aqui trechos da postagem e o que completou em mim...

Pontos :


Rasabino disse escreveu:Assim, a Lei é boa, não é pecado, mas o conhecimento dela abre em mim todas as possibilidades de transgressão, de onde vem a doutrina:

Por isso nenhuma carne será justificada diante dele pelas obras da lei, porque pela lei vem o conhecimento do pecado. Romanos 3:20-21


Se não há Lei para ser transgredida nunca haveria pecado no mundo do ponto de vista subjetivo:

Quando Rasabino disse que se não houvesse lei para ser transgredida nunca haveria pecado no mundo , me fez pensar sobre a verdade de 1 João 3:4 de que pecado é a transgressão da lei e de Romanos 4:15 que diz que onde não há lei não há transgressão ....
Estas palavras do Rasabino me fez entender que mesmo que o pecador não tenha consciência da existência da lei e transgredi sem saber ele se tornar um pecador na categoria dos pecados de ignorância segundo registrado em Levítico 5:17.....

Outro ponto :

Rasabino escreveu:Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro; Gálatas 3:13
Ao irmão citar este texto percebi que Cristo veio nos resgatar da maldição da Lei e não da maldita Lei...
Assim não existe um conflito em falar da maldição da lei e dizer que a Lei é boa , santa e justa...
Também é fácil entender que a maldição da lei veio por causa da transgressão e não pela necessidade de observar pois se a Lei fosse observada desde do inicio não haveria maldição...
Assim nem todos os que procuram guardar a Lei vigente são legalistas mas entre aqueles que ouve apenas a lei vigente e não pratica não há justificados porque para aqueles que pecam deliberadamente após conhecer a verdade que o pecado é a transgressão da lei não há sacrifícios segundo as escrituras - Hebreus 10:26 , Romanos 2: 13

Ponto principal :

Rasabino escreveu:O AMOR porque ele me faz lutar contra o pecado que habita meu ser, e quando AMO não peco!
Esta parte foi genial...
O amor que me leva a lutar contra o pecado me leva a guardar a lei pois quem ama não peca ,ou seja, não transgride a Lei pois pecado é a transgressão da lei....
Assim guardar a lei pelos motivos citados por Rasabino não é legalismo....
Também é verdade que entre os que ouvem a lei e não praticam não pode haver justificados, não pelo motivo que a lei Justifica porque isso o próprio irmão Rasabino mostrou com maestria nas escrituras que não é possível , mas simplesmente porque não resta sacrifício para os que pecam deliberadamente depois de saber que pecado é a transgressão da lei e sem o sacrifício de Cristo não há justificação...
Assim não é a Lei que justifica mas o sacrifício de Cristo que não justifica pecadores que decidem viver pecando deliberadamente mesmo depois de conhecer a verdade ....

Eu louvo a Deus porque estou aprendendo muita coisa aqui neste abençoado fórum....!

Deus abençoe a todos!

Gilson Paiva

Mensagens : 31
Data de inscrição : 08/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por rasabino em Sex Nov 15, 2013 8:51 am

movido para novo tópico


Última edição por rasabino em Sex Nov 15, 2013 12:40 pm, editado 1 vez(es)
avatar
rasabino

Mensagens : 215
Data de inscrição : 18/03/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por Gilson Paiva em Sex Nov 15, 2013 11:06 am

??????????

Desculpa querido mas não entendi nada....
Nem sei em que assunto o irmão esta....
O Tópico fala da Lei da graça.....
Teria como simplificar ou sintetizar mais o que escreveu ?

Deus TE abençoe !

Gilson Paiva

Mensagens : 31
Data de inscrição : 08/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por rasabino em Sex Nov 15, 2013 12:42 pm

Gilson Paiva escreveu:??????????

Desculpa querido mas não entendi nada....
Nem sei  em que assunto o irmão  esta....
O Tópico fala da Lei da graça.....
Teria como simplificar ou sintetizar mais o que escreveu  ?

Deus TE abençoe !
Graça e Paz Gilson!

De fato é outro assunto mesmo. Abri um novo tópico. Releia o texto e em sequência vá apontando para o que não está entendendo. Preciso da sua ajuda para entendermos aqueles pontos!

Abs fraternos!

_________________
No amor,

Roberto A. Sabino
Blog O Evangelho Vive
rasabino@yahoo.com.br
(044)9805-7891
avatar
rasabino

Mensagens : 215
Data de inscrição : 18/03/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por Jardim Regado em Sex Nov 15, 2013 4:59 pm

Fico muito feliz porque este fórum tem servido pra nossa edificação Smile

_________________
"Serás como um jardim regado e como um manancial, cujas águas nunca faltam Is 58:11b"

http://janetecardoso.blogspot.com.br/
avatar
Jardim Regado

Mensagens : 223
Data de inscrição : 17/03/2013
Idade : 46
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://janetecardoso.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por Jardim Regado em Sex Nov 15, 2013 5:01 pm

Gilson Paiva escreveu:??????????

Desculpa querido mas não entendi nada....
Nem sei  em que assunto o irmão  esta....
O Tópico fala da Lei da graça.....
Teria como simplificar ou sintetizar mais o que escreveu  ?

Deus TE abençoe !
Ele ia postar aqui, mas resolveu abrir outro tópico, porque era outro assunto.

_________________
"Serás como um jardim regado e como um manancial, cujas águas nunca faltam Is 58:11b"

http://janetecardoso.blogspot.com.br/
avatar
Jardim Regado

Mensagens : 223
Data de inscrição : 17/03/2013
Idade : 46
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://janetecardoso.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por Gilson Paiva em Sab Nov 16, 2013 5:05 am

Jardim Regado escreveu:A lei mata.
A Lei só pede a morte do Transgressor .....

A lei sacrificou o Cordeiro Santo de Deus, por causa do pecado da humanidade.
Não foi diretamente a Lei mas a sua transgressão pois sem transgressores não haveria necessidade de sacrifícios..
A Lei é Boa e é o Homem que é Mal...
A Lei é santa e justa e não esta na Lei o que leva o homem a pecar pois do contrário a Lei não seria Boa...
Mas a Lei sempre foi prazerosa para aqueles que amam a Deus tanto para os crentes do AT quanto do NT..( Salmos 119:174 , Romanos 7:22)
Logo a Lei é um problema para os transgressores e nunca para os que aprendem a amar a Jesus porque segundo o Próprio Jesus estes procuram guardar os seus mandamentos -João 14:15

A lei faz separação entre o homem e Deus.
Não é a Lei mas a transgressão da Lei que é o pecado (Isaías 59:2)
Se é o pecado que nos separa de Deus logo não é a lei mas a transgressão da lei pois pecado é isso segundo 1 João 3:4
Para os transformados por Cristo a Lei de Deus é Objeto de prazer e Paulo é um exemplo disso em Romanos 7:22
Algo santo e justo não pode nos separa de Deus do contrário não seria digno de ter tais adjetivos...

A lei aponta para a sombra.
Nem tudo na Lei é sombra....

A lei faz menção a Moisés.
Também faz menção a Cristo e o próprio Cristo começou a falar de si mesmo no caminho Emaús começando por Moisés ( Lei) passando por todos os profetas -Lucas 24:27

Paulo pregava sobre Jesus usando a Lei de Moisés bem como o restante dos escritos proféticos - Atos 28:23

Obs : A Irmã Jardim esta combatendo O legalismo em seu texto e não pregando contra a importância de praticar a Lei com os motivos corretos ...
Eu não estou refutando os seus pensamentos mas acrescentando entendimentos para que ela não seja Interpretada de estar falando contra a Lei de Deus....

Espero que todos percebam isso ...

Fiquem na paz !

Gilson Paiva

Mensagens : 31
Data de inscrição : 08/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por rasabino em Sab Nov 16, 2013 6:02 am

Jardim Regado escreveu:Ou seja, Jesus não desfez a lei. Antes, ele se sujeitou a ela, fazendo cair sobre si, os pecados do mundo inteiro. Pois, para aplacar a ira de Deus de sobre os homens; era necessário que houvesse derramamento de sangue.
Relendo todo o texto me detive a meditar nesta porção e penso que algo ali não traduz o espírito do Evangelho, mas o sentimento humano em relação a transgressão da Lei, senão vejamos.

Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor. Romanos 6:23

Já vimos que o conhecimento da Lei demanda benção ou maldição, porque sem conhecimento dela não há transgressão, ok?

Não se aparte da tua boca o livro desta lei; antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme a tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e serás bem sucedido. Josué 1:8

Então a Lei serve como manutenção da vida, e a transgressão dela reduz a possibilidade de vida.

Já entendemos que inicialmente o homem tinha uma vida "eterna" devido ao fruto da "árvore da vida" plantada no meio do Éden, porém:

Então disse o Senhor Deus: Eis que o homem é como um de nós, sabendo o bem e o mal; ora, para que não estenda a sua mão, e tome também da árvore da vida, e coma e viva eternamente O Senhor Deus, pois, o lançou fora do jardim do Éden, para lavrar a terra de que fora tomado. Gênesis 3:22-23

A maldição (morte física) só teve seu efeito porque houve uma causa: "No dia em que você comer, certamente morrerás". Esta é uma Palavra que não volta vazia, mas tem poder para fazer cumprir seu propósito. Lemos:

Como ao pássaro o vaguear, como à andorinha o voar, assim a maldição sem causa não virá. Provérbios 26:2

A semente de morte, do fruto da árvore do conhecimento, foi plantada no ser humano no dia em que ele a comeu e por isso nossos células se degeneram. Assim foi que a morte passou a todos os homens!

Portanto, a justiça de Deus é satisfeita, ou seja, Sua Palavra se cumpre na morte física de todos os seres humanos. Não há uma "ira" sendo satisfeita, mas uma Palavra sendo cumprida! Acerca da nossa morte:

Porque não tenho prazer na morte do que morre, diz o Senhor DEUS; convertei-vos, pois, e vivei. Ezequiel 18:32

Desejaria eu, de qualquer maneira, a morte do ímpio? diz o Senhor DEUS; Não desejo antes que se converta dos seus caminhos, e viva? Ezequiel 18:23

Penso que o derramamento de sangue, seja de animais do AT que simboliza o sangue de Cristo na Cruz, não é para "aplacar a ira de Deus", mas para resgatar todos os mortos. Trata-se de sangue expiatório, substitutivo, vicário:

E vos vivificou, estando vós mortos em ofensas e pecados, Efésios 2:1

Estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos), Efésios 2:5

E, quando vós estáveis mortos nos pecados, e na incircuncisão da vossa carne, vos vivificou juntamente com ele, perdoando-vos todas as ofensas, Colossenses 2:13

Levando ele mesmo em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, para que, mortos para os pecados, pudéssemos viver para a justiça; e pelas suas feridas fostes sarados. 1 Pedro 2:24

Por que eu faço questão de separar a ira de Deus (que exite) das transgressões da Lei?

Porque com ou sem transgressão, em Adão, todos morrem, todos estão condenados, satisfazendo o cumprimento da Palavra!

A Ira de Deus é algo temporal, não é permanente. Sua duração não é como a Sua Palavra que dura para sempre! Em Sua ira o homem não morre, nem é condenado, apenas discerne o caráter de Deus em relação as suas obras más. Não é com o homem que Deus se ira, e sim com suas ações! Sua ira no máximo faz cessar suas ações, mas não estabelece pena ou punição.

Ainda não sabemos separar o pecado do pecador!

E estava próxima a páscoa dos judeus, e Jesus subiu a Jerusalém. E achou no templo os que vendiam bois, e ovelhas, e pombos, e os cambiadores assentados. E tendo feito um azorrague de cordéis, lançou todos fora do templo, também os bois e ovelhas; e espalhou o dinheiro dos cambiadores, e derribou as mesas; e disse aos que vendiam pombos: Tirai daqui estes, e não façais da casa de meu Pai casa de venda. E os seus discípulos lembraram-se do que está escrito: O zelo da tua casa me devorou. João 2:13-17

Assim se manifesta a ira de Deus!

_________________
No amor,

Roberto A. Sabino
Blog O Evangelho Vive
rasabino@yahoo.com.br
(044)9805-7891
avatar
rasabino

Mensagens : 215
Data de inscrição : 18/03/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por vasuilvan em Sab Nov 16, 2013 2:36 pm


Que belo tópico. como estou aprendendo... queria sugerir novamente aos administradores, sobre o relógio do forum. Não consigo discernir se a postagem ocorreu às 14hs, ou às 02hs...

vasuilvan

Mensagens : 11
Data de inscrição : 09/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por rasabino em Sab Nov 16, 2013 4:22 pm

vasuilvan escreveu:
 Que belo tópico.  como estou aprendendo...   queria sugerir novamente aos administradores, sobre o relógio do forum.  Não consigo discernir se a postagem ocorreu às 14hs, ou às 02hs...
Graça e Paz Amado!

Vi seu comentário anterior e também pensei que algo com o relógio poderia estar errado (atrasado ou adiantado) e creio que o Administrador ainda não viu seu post.

Mas quanto a ser 14 hs ou 02 hs eu creio que o AM e PM depois das horas pode lhe ajudar:

AM (Ante Meridiem) significa "antes do meio-dia" e PM (Post Meridiem) significa "após meio-dia".

Então agora p. ex: 07:22 pm (depois do meio-dia).

Espero que tenho conseguido lhe ajudar!

_________________
No amor,

Roberto A. Sabino
Blog O Evangelho Vive
rasabino@yahoo.com.br
(044)9805-7891
avatar
rasabino

Mensagens : 215
Data de inscrição : 18/03/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum