Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Palavras chave

Últimos assuntos
» POR QUE AS PESSOAS ABANDONAM A “IGREJA”
Ter Jan 20, 2015 1:28 pm por Jardim Regado

» Para que são os "sinais"?
Seg Out 27, 2014 8:03 pm por Jardim Regado

» Fórum - Transformando "igrejados" em "desigrejados"
Seg Jul 28, 2014 5:29 pm por rasabino

» O Evangelho Vive #25
Qua Jun 11, 2014 5:00 pm por Jardim Regado

» Desabafo 3
Sex Maio 16, 2014 7:48 pm por rasabino

» Desabafo 2
Sex Maio 16, 2014 7:47 pm por rasabino

» Desabafo 1
Sex Maio 16, 2014 7:46 pm por rasabino

» O Evangelho Vive #24
Ter Abr 22, 2014 9:10 pm por rasabino

» O Evangelho Vive #23
Ter Abr 22, 2014 4:41 pm por rasabino

Novembro 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
  12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930   

Calendário Calendário

Parceiros
Fórum grátis


A Lei da Graça

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A Lei da Graça

Mensagem por Jardim Regado em Sex Nov 08, 2013 5:20 pm

Nos últimos dias tenho conversado com muita gente de Deus a respeito do antagonismo que existe entre a Lei e a Graça.

Isto porque para grande parte daqueles que se aproximam de Deus, a pessoa ainda carrega o sentimento de que é pelo esforço que esta natureza humana, caída em desgraça pelo pecado, herda a santificação e a vida eterna.

Esse pensamento judaico cristão, muito se deve ao apego das igrejas evangélicas às obras mortas do passado, fazendo dos ritos e das cerimônias cristãs, seu costume, sua forma de buscar se justificar a si mesmo diante de Deus e dos homens, numa tentativa vã de aliviar a culpa da própria consciência, fazendo e chamando cerimónias, liturgias, e ritos, de meu Deus. A apenas confiar na GRAÇA redentora, por meio da fé em Cristo Jesus, como o seu único Deus.

Os incrédulos, mesmo aqueles que estão filiados a uma instituição evangélica cristã, que foram aclamados em assembleia, com todos os direitos e deveres pertinentes ao regimento do lugar. É que questionam se o fato de viverem pela GRAÇA, outorga então a eles permissividade para fazerem o que quiserem, uma vez que não estão mais debaixo da lei. Porquanto, apesar de membros de uma instituição cristã, ainda sois carnais, e sem discernimento espiritual do que é experimentar em si mesmo, o dom de Deus, em Cristo Jesus, pela Graça, mediante a fé.

A estes, digo apenas que Jesus não desfez, tampouco deu permissão a qualquer que seja, para que viva ausente de Lei, por causa da Graça. Antes, Jesus cumpriu toda a exigência da lei cerimonial, para que vivamos debaixo na Lei da Graça.

E isto mesmo meus amados. Em Cristo, estamos debaixo da Lei.

Mas, que Lei?

Queridos, antes que viéssemos a existir, para além do tempo, e de todas as coisas objetivas, sejam as dos mundos visíveis, ou as não vistas por nós humanos; ou, ainda, as sujeitas à cronologia humana, e ao tempo. Deus, que é atemporal, numa aliança eterna com o seu Filho amado, Jesus Cristo, fez cair sobre Ele todo o peso do pecado. E isto, mesmo antes de trazer à existência toda a obra da criação, já estando tudo feito, por Ele, por meio Dele, e para Ele.

Deus consumou, na eternidade, mediante o pacto da redenção, a Lei da Vida. De maneira que o que era apenas sombra na Antiga Aliança, aviltada por meio da lei de Moisés. Veio a ser realidade na Nova e eterna Aliança, consumada desde antes fundação do mundo, em Cristo Jesus. O Senhor Soberano daqueles que Creem, a saber: a sua Igreja.

Ou seja, Jesus não desfez a lei. Antes, ele se sujeitou a ela, fazendo cair sobre si, os pecados do mundo inteiro. Pois, para aplacar a ira de Deus de sobre os homens; era necessário que houvesse derramamento de sangue. Para isto, o Cordeiro de Deus se ofereceu para ser, e foi imolado no pacto eterno, onde Deus erigiu a Cruz de Cristo, para a eterna salvação de todo aquele que Nele crê.

A obra da redenção jamais dependeu de quem quer, ou de quem corre por ela. Mas de Deus, que se compadeceu, e que usa de misericórdia, por meio de Cristo Jesus.

A lei cumpriu cabalmente o seu papel na obra da redenção. O de conduzir a Cristo, e Cristo, a Deus.

Assim, o que iniciou na lei através do derramamento do sangue de animais, sombra do trato feito pelo Pai e o Filho na eternidade, e que inicialmente foi representado por ritos e cerimonias da lei. Era apenas figura, um meio tangível para que os da Antiga Aliança fossem levados a Cristo, preparando o caminho do Senhor, até que viesse a plenitude dos tempos. Onde Jesus, o Cristo; Autor e Consumador da fé; se manifestou entre os homens. Sem que isto fosse uma supressa, uma vez que desde sempre, a promessa do Cordeiro Imaculado de Deus em se dar a conhecer aos homens, se cumpriria, se cumpriu, e se cumpre em Jesus. Para que a sua Igreja herde, de Graça e, pela Graça, o dom da Vida Eterna, agora segundo a Lei de Cristo.

O Cordeiro se colocou entre Deus e os Homens, e foi sacrificado. Recebendo sobre si o castigo a qual estava sujeita toda criação; suportando a morte, e morte de Cruz. Para que a Igreja seja Salva, e viva sob a tutela da Lei do AMOR.

Ou seja, Jesus foi morto e ressuscitado por todos desde sempre, a fim de redimir a Igreja. As ovelhas do aprisco. Os chamados pelo Nome do Senhor. Os doentes que precisam de médico. Os filhos da Luz. Sim. Ele morreu para salvar aqueles que haveriam de ser o sal da terra e a luz do mundo. Aqueles que o Pai lhe confiou. Os escolhidos dentre muitos chamados. E que perseveram até o fim. Cujo único soberano é Jesus Cristo. Ele morreu para aqueles que foram e estão selados pelo Espírito Santo da promessa. Extraídos de um tremedal de pecados. Enxertados na árvore da Vida. Que dão frutos de justiça da raiz que é santíssima. Ele morreu para os que retêm a Palavra da Verdade. Que discernem a voz do Bom Pastor das Ovelhas. Que não seguem ao estranho. Cujos corações permanecem cheio de gratidão pela obra consumada desde a eternidade.

Em Cristo, a Igreja está debaixo da Lei. Mas, agora, da Lei da Graça.

Onde Ele é o Supremo Pastor, Bispo, e Sumo Sacerdote da nossa alma.

Único digno de ser adorado. Porquanto na sua morte, aquele que crê, herda a vida, e vida eterna.

Convido você a pensar comigo o que a Graça de Deus em Cristo Jesus não é:

A graça não é permissividade para a devassidão da carne.

Nunca teve como propósito desfazer a lei de Moisés.

Não isenta ninguém de se submeter à Lei de Cristo e a sua Palavra

Não outorga a ninguém direito para a libertinagem.

Não dá imunidade à Igreja para viver ainda na prática do pecado. E isto, mesmo sendo uma comunidade de pecadores.

Não alforria ninguém das aflições pertinentes a esta vida.

Não faz acepção de pessoas.

Não demanda do ser nada para além do que a pessoa é. Ou seja, um pecador perdoado eternamente por Deus.

Não confere a ninguém poderes especiais para nada além do poder de servir e de amar a todos como a ti mesmo.

Não faz especiais, coisas, pessoas, lugares, mesmo os considerados habitats santos.

Não concede primazia a ninguém, nem aos que se fazem maiores do que os demais homens.

Não tem lugar certo para a adoração, e nem se condiciona a ambientes e a ritos especiais.

Não valoriza aos que tentam se purificar a si mesmos, por guardarem fragmentos velhos, pobres, e fracos da lei. Antes, a Graça os humilha diante de Deus, apesar de serem exaltados entre os homens.

Não se instala nos sadios aos seus próprios olhos.

Não objetiva nada para além de fazer do ser que a professa, igual a Jesus Cristo.

Não se restringe às expressões verbalizadas, mesmo as extraídas da Bíblia. Ela é antes um presente que se manifesta nas atitudes, e não apenas de palavras.

Não é uma utopia divina, mas expressão no que creu do AMOR e do PERDÃO de Deus.

Pois, a lei, com seus ritos e cerimônias asseveram: faça isto, e viverás.

A Graça de Deus em Cristo Jesus diz: viva, e então farás.

A lei mata.

A Graça vivifica.

A lei sacrificou o Cordeiro Santo de Deus, por causa do pecado da humanidade.

A Graça o ressuscitou da morte, outorgando VIDA a todo aquele que Nele crê.

A lei premia o melhor.

A Graça salva o pior.

A lei eleva a pessoa diante dos homens.

A Graça levanta os caídos em desgraça pelo pecado, diante de Deus.

A lei faz separação entre o homem e Deus.

A Graça de Deus em Cristo Jesus reconcilia o pecador a Deus.

A lei conduz pelas veredas da morte.

A Graça guia no caminho da Justiça e da vida eterna.

A lei confere ao homem o poder de legislar sobre o seu semelhante.

A Graça outorga a virtude de sofrer dignamente como servo de Cristo e de todos os homens.

A lei faz dos ritos e das cerimônias, o seu deus.

A Graça revela Cristo Jesus como único e suficiente Deus.

A Lei condecora o que merece.

A Graça é um presente conferido ao que não tem qualquer mérito. É dom de Deus.

A lei aponta para a sombra.

A Graça conduz para a realidade.

A lei faz menção a Moisés.

A Graça remete a Cristo.

A lei avulta o sacerdote humano da linhagem de Arão.

A Graça exalta a Cristo, como único soberano e sumo sacerdote da Igreja, sob a ordem de Melquisedeque.

A lei aponta para as benesses a serem recebidas no futuro advindas do esforço humano.

A Graça revela que tudo, desde a eternidade, está consumado em Cristo Jesus, e que não dependeu e não depende de nenhum de nós. É obra de Deus.

A lei imputa o pecado herdado em Adão.

A Graça outorga a Justiça de Deus em Cristo.

Portanto meus amados, neste breve paralelo entre a lei e a Graça. Resta-nos concluir que estamos sob a tutela da Lei da Graça, em Cristo Jesus, o Soberano da Igreja. Para que vivamos acima de tudo na Lei perfeita, a saber: O AMOR.

De maneira que se alguém aspira viver sob a lei. Que viva então pela Lei da Graça. No amor a Deus e ao próximo como a ti mesmo.

Na Lei da Graça. Aquele que ama, cumpriu toda a lei.

Porque sem Amor, nada adiantará.

Outra vez digo: nada.

A estes, que vivem na Lei do Amor, pela graça, nada os poderá separar do Amor de Deus.

Portanto:

É tempo de viver somente por Cristo, somente pela Graça, somente pela fé, e somente pela Palavra.

É Tempo de abandonar as coisas próprias de menino, e crescer na Graça e no Conhecimento de Cristo Jesus.

É tempo de Amar, mas amar de verdade, de toda a tua alma, de tua a força, e de todo o teu entendimento.

É tempo de confiar no AMOR de Deus e, pela Graça, ser expressão de Cristo, da sua vida, e do seu amor. Tendo em nós, ou seja, na Sua Igreja, o mesmo sentimento que houve em Cristo Jesus.

É tempo de deixar de ter a Graça apenas como slogan evangélico cristão. Mas viver por ela, frutificando segundo o dom de Deus, para a edificação da Igreja, anunciado com a Vida a chegada do Reino de Deus.

É tempo de vencer as tentações do mundo, da carne, e do diabo, pela Graça de padecer por Cristo, e não com palavras e discursos. Resistindo firmes na fé, unidos a Cristo e, uns aos outros, em AMOR fraterno, até o fim.

A Graça de Cristo basta ao que crê.

Você crê?

Fazes muito bem.

Aquele que creu, e que permanece crendo, é um bem aventurado, porque tem consciência de que herdou gratuitamente e, imerecidamente, as benesses da Cruz de Cristo, pela Graça, por meio Daquele que gerou fé, para que você creia em Deus, e seja galardoado com o prêmio da vida eterna, preparada aos que hão de herdar a salvação, desde antes da fundação do mundo.

Estes, sim. Eles vivem debaixo da Lei de Cristo.

Porque a Lei da Graça em Cristo Jesus, nos livrou da lei, do pecado, e da morte, desde a eternidade.

Louvado seja sempre o Cordeiro Santo de Deus. Que perdoou, perdoa, e sempre perdoará todo pecado daquele que Nele crê. Pois Ele conhece cada uma das ovelhas, aquelas que haverão de herdar a salvação, desde a eternidade, para Ele mesmo as conduzir em triunfo até o dia de Cristo, sem jamais perder nenhuma delas no caminho, exceto o filho da perdição para que se cumprissem as escrituras.

Se é que você está em Cristo, e que tem o Selo da promessa residindo na tenda do teu coração. Então viva em Amor, glorificando a Cristo, militando dignamente por preservar a unidade da Igreja no vínculo da paz, em nada tendo a própria vida como preciosa, contanto que cumpra cabalmente a GRAÇA de ter sido eleito Igreja Imaculada do Deus Vivo, para testemunho do Nome do Senhor.

Pense nisso.

Em Cristo, em Quem o cumprimento da Lei perfeita, é vivermos em AMOR a Deus e, uns aos outros, até que Ele venha, pela Graça, por meio da fé em Cristo Jesus.

Reginaldo Xavier
Belo Horizonte, 06 de novembro de 2013

_________________
"Serás como um jardim regado e como um manancial, cujas águas nunca faltam Is 58:11b"

http://janetecardoso.blogspot.com.br/
avatar
Jardim Regado

Mensagens : 223
Data de inscrição : 17/03/2013
Idade : 46
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://janetecardoso.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por Gilson Paiva em Sab Nov 09, 2013 2:51 pm

Querida Irmã Jardim Regado..

O Termo "Lei"  nas escrituras tem várias extensões...
Generalizar o termo "lei" em todos os contextos  vai criar um conjunto de perguntas que terás grandes dificuldades de responder...
Mas eu consegui aprender muita coisa desse texto ...
Muito obrigado por publica-lo...
Se quiser me ajudar mais eu te peço que me deixe fazer perguntas não com o espirito de refutar o texto  mas confirmar os pensamentos  que ele nos traz...
Deus esteja sempre contigo..!

Gilson Paiva

Mensagens : 31
Data de inscrição : 08/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por Jardim Regado em Sab Nov 09, 2013 4:10 pm

Olá, Gilson, seja bem vindo e fique à vontade.
No que eu puder ajudar, terei o maior prazer Smile

_________________
"Serás como um jardim regado e como um manancial, cujas águas nunca faltam Is 58:11b"

http://janetecardoso.blogspot.com.br/
avatar
Jardim Regado

Mensagens : 223
Data de inscrição : 17/03/2013
Idade : 46
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://janetecardoso.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por vasuilvan em Sab Nov 09, 2013 6:45 pm


Boa Noite, senhorita jardim regado. Belo nome você escolheu menina.

Esta é minha primeira participação e este foi o primeiro texto que li por aqui. Achei-o extremamente interessante e compreendi-o plenamente, no entanto preciso que me esclareça algo que requer de sua parte um esclarecimento adicional, pode ser?.

Está debaixo da lei, é algo bom ou ruim?. Como você, que postou esse texto, compreende esta frase?

A paz de Cristo. Fico no aguardo...

vasuilvan

Mensagens : 11
Data de inscrição : 09/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por rasabino em Dom Nov 10, 2013 6:43 am

Graça e Paz a todos os participantes, e estou feliz porque ouço que alguns paradigmas começaram a serem tocados!

Concordo em tudo que o amado irmão Reginaldo Xavier explanou em seu post.

Tive muita dificuldade em reconhecer que a Graça não anula a Lei, mas ao contrário, traz o seu verdadeiro sentido e significado, qual seja, nos ensina a amar!

Tem um texto de Paulo aos Gálatas que sintetiza a última pergunta feita até aqui: "Estar debaixo da Lei é algo bom ou ruim?"

Vamos ao entendimento:

Quando eu era menino, meus pais (simbologia da Lei) cuidaram de mim. Me ensinaram limites, responsabilidades, obediências... enfim, tudo que é necessário para que eu aprendesse como me manter vivo!

A Lei, assim como os meus pais, foi um tutor, um pedagogo, um professor a me ensinar um Caminho de Vida! No entanto, cresci, me tornei um homem, e agora posso caminhar no chão da existência sabendo quais caminhos me mantém vivo e quais podem me levar a morte. Assim sendo, agora fica fácil entendermos o texto:

Digo, pois, que todo o tempo que o herdeiro é menino em nada difere do servo, ainda que seja senhor de tudo; mas está debaixo de tutores e curadores até ao tempo determinado pelo pai. Assim também nós, quando éramos meninos, estávamos reduzidos à servidão debaixo dos primeiros rudimentos do mundo. Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei, para remir os que estavam debaixo da lei, a fim de recebermos a adoção de filhos. E, porque sois filhos, Deus enviou aos vossos corações o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai. Assim que já não és mais servo, mas filho; e, se és filho, és também herdeiro de Deus por Cristo. Gálatas 4:1-7

"Deus enviou aos vossos corações o Espírito de seu Filho"

O que isto significa?

Antes do derramamento do Espirito, nós tínhamos um conjunto de mandamentos, ordenanças, estatutos e preceitos, que funcionavam com um tutor. Mas uma promessa nos foi feita:

Dize portanto à casa de Israel: Assim diz o Senhor DEUS: Não é por respeito a vós que eu faço isto, ó casa de Israel, mas pelo meu santo nome, que profanastes entre as nações para onde fostes. E eu santificarei o meu grande nome, que foi profanado entre os gentios, o qual profanastes no meio deles; e os gentios saberão que eu sou o SENHOR, diz o Senhor DEUS, quando eu for santificado aos seus olhos. E vos tomarei dentre os gentios, e vos congregarei de todas as terras, e vos trarei para a vossa terra. Então aspergirei água pura sobre vós, e ficareis purificados; de todas as vossas imundícias e de todos os vossos ídolos vos purificarei. E dar-vos-ei um coração novo, e porei dentro de vós um espírito novo; e tirarei da vossa carne o coração de pedra, e vos darei um coração de carne. E porei dentro de vós o meu Espírito, e farei que andeis nos meus estatutos, e guardeis os meus juízos, e os observeis. Ezequiel 36:22-27

O que significa tirar da carne o coração de pedra?

O "coração" de Deus foi revelado no monte Sinai em pedras, e assim todo Israel passou a conhecer a mente e o caráter de Deus por meio de um "coração de pedra". Mas a promessa de Ezequiel nos diz que o mesmo Deus e Senhor faria uma "cirurgia" em nossa carne, removeria o coração de pedra e colocaria um "coração de carne". Ora, sabemos que o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e nos revelou todo coração de Deus aos filhos de Israel. O próprio Deus se fez carne para adentrar à carne dos homens, na sua mente, no seu entendimento! Então entendemos que o novo coração de Deus que recebemos é Cristo! Agora vamos entender a última para do texto de Ezequiel:

E porei dentro de vós o meu Espírito, e farei que andeis nos meus estatutos, e guardeis os meus juízos, e os observeis.

Jesus disse aos discípulos:

Todavia digo-vos a verdade, que vos convém que eu vá; porque, se eu não for, o Consolador não virá a vós; mas, quando eu for, vo-lo enviarei. E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo. Do pecado, porque não crêem em mim; da justiça, porque vou para meu Pai, e não me vereis mais; e do juízo, porque já o príncipe deste mundo está julgado. Ainda tenho muito que vos dizer, mas vós não o podeis suportar agora. Mas, quando vier aquele Espírito de verdade, ele vos guiará em toda a verdade; porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e vos anunciará o que há de vir. Ele me glorificará, porque há de receber do que é meu, e vo-lo há de anunciar. João 16:7-14

O alcance da Lei como testemunho às Nações acerca do coração de Deus para os homens ficou inutilizado diante da sua fraqueza, pois a Lei apenas ensina os homens acerca da verdade, mas não tem o poder de regenerar, de transformar a mente humana, mudando o seu interior. Além do que a Lei ficou nas mãos apenas do povo de Israel, porém este mais a ignorava do que a manifestava em verdade. Vem Jesus, faz o sacrifício universal, e amplia o conhecimento da Lei para um único mandamento: Ame o teu próximo como a ti mesmo!

Mas os Judeus não entenderam toda esta reforma, ao contrário, chamaram-na de heresia, de blasfêmia:

E excitaram o povo, os anciãos e os escribas; e, investindo contra ele, o arrebataram e o levaram ao conselho. E apresentaram falsas testemunhas, que diziam: Este homem não cessa de proferir palavras blasfemas contra este santo lugar e a lei; Porque nós lhe ouvimos dizer que esse Jesus Nazareno há de destruir este lugar e mudar os costumes que Moisés nos deu. Atos 6:12-14

Então, na verdade, Jesus teve que começar algo novo, com alguns poucos homens, pois na mente dos sacerdotes e escribas não cabia uma reforma, como também não se põem vinho novo (ensino) em odres velhos (mente cauterizada pela antiga aliança).

Quando Jesus ressuscita ele comprova que a reforma é superior a Lei pois esta não carregava o poder da ressurreição. Quando digo "reforma" quero que entendam que é tirar algo fraco (Lei) para trazer de volta o que sempre existiu desde a fundação do mundo, qual seja, a Graça!

Tirar da nossa carne o coração de pedra (lei) e colocar nela o coração de carne (Graça) não é algo muito fácil, seria como desmamar uma criança! Assim a Lei é um leite e a Graça um alimento sólido! A função do Espírito Santo que nos foi dado é administrar nossa consciência quanto ao que seja caminho de vida ou o que seja caminho de morte. Assim o monopólio do ensino de Lei foi tirado dos judeus e dado ao Espirito Santo, para que todo homem na terra possa conhecer o coração de Deus:

Porque, repreendendo-os, lhes diz: Eis que virão dias, diz o Senhor, Em que com a casa de Israel e com a casa de Judá estabelecerei uma nova aliança, não segundo a aliança que fiz com seus pais No dia em que os tomei pela mão, para os tirar da terra do Egito; como não permaneceram naquela minha aliança, eu para eles não atentei, diz o Senhor. Porque esta é a aliança que depois daqueles dias: Farei com a casa de Israel, diz o Senhor; Porei as minhas leis no seu entendimento, E em seu coração as escreverei; E eu lhes serei por Deus, E eles me serão por povo; E não ensinará cada um a seu próximo, Nem cada um ao seu irmão, dizendo: Conhece o Senhor; Porque todos me conhecerão, Desde o menor deles até ao maior. Porque serei misericordioso para com suas iniqüidades, E de seus pecados e de suas prevaricações não me lembrarei mais. Hebreus 8:8-12

O Espirito de Deus está derramado sobre toda carne e o Evangelho não tem mais fronteiras para ser pregado. Todo aquele que O recebe se torna um sacerdote real para anunciar as boas novas de salvação!

"Estar debaixo de Lei é algo bom ou ruim?"

A menos que você não queira largar do leite materno (Lei) e crescer em estatura de varão perfeito (conhecimento da Graça) eu diria que é algo infantil!


Última edição por rasabino em Dom Nov 10, 2013 12:20 pm, editado 1 vez(es)

_________________
No amor,

Roberto A. Sabino
Blog O Evangelho Vive
rasabino@yahoo.com.br
(044)9805-7891
avatar
rasabino

Mensagens : 215
Data de inscrição : 18/03/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por Gilson Paiva em Dom Nov 10, 2013 11:29 am

Muito bom irmão Rasabino a tua postagem...
Mas ainda entendo que  existe um conjunto de sentidos para o termo "lei" e que é  necessário  que haja  uma particularização desses sentidos..
Não acredito que o termo "lei" nas escrituras tenha  um só contexto em todos os textos..
Mas para simplificar tudo vou te fazer umas perguntas e assim talvez entenda o meu questionamento..

 Estamos desobrigados de Observar qualquer parte que seja do Conteúdo   de um livro escrito por Moisés conhecido como a "Lei"  (ou a "Lei de Moisés" )?
Existe alguma parte desse conteúdo ainda vigente ou  o conteúdo foi totalmente abolido ?

Quanto a lei como tutor , Entendo que ela foi tutora na justificação pela Fé  e não tutora como algo que o tornaria totalmente dispensável na cruz..
Mas concordo que todos os mandamentos relacionados com as ofertas de sacrifícios e  relacionados com a vinda do Messias foram abolidas...

Depois de tuas respostas postarei mais pensamentos....!

Gilson Paiva

Mensagens : 31
Data de inscrição : 08/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por rasabino em Dom Nov 10, 2013 12:35 pm

Gilson Paiva escreveu:Muito bom irmão Rasabino a tua postagem...
Mas ainda entendo que  existe um conjunto de sentidos para o termo "lei" e que é  necessário  que haja  uma particularização desses sentidos..
Não acredito que o termo "lei" nas escrituras tenha  um só contexto em todos os textos..
Mas para simplificar tudo vou te fazer umas perguntas e assim talvez entenda o meu questionamento..

 Estamos desobrigados de Observar qualquer parte que seja do Conteúdo   de um livro escrito por Moisés conhecido como a "Lei"  (ou a "Lei de Moisés" )?
Existe alguma parte desse conteúdo ainda vigente ou  o conteúdo foi totalmente abolido ?

Quanto a lei como tutor , Entendo que ela foi tutora na justificação pela Fé  e não tutora como algo que o tornaria totalmente dispensável na cruz..
Mas concordo que todos os mandamentos relacionados com as ofertas de sacrifícios e  relacionados com a vinda do Messias foram abolidas...

Depois de tuas respostas postarei mais pensamentos....!
Foi como eu disse: A Lei, seja ela de Moisés ou não, tem apenas uma função: Manutenção da vida!

Eu percebo  que seu questionamento tem endereço:

Lembra-te do dia do sábado, para o santificar. Seis dias trabalharás, e farás toda a tua obra. Mas o sétimo dia é o sábado do Senhor teu Deus; não farás nenhuma obra, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o teu estrangeiro, que está dentro das tuas portas. Porque em seis dias fez o Senhor os céus e a terra, o mar e tudo que neles há, e ao sétimo dia descansou; portanto abençoou o Senhor o dia do sábado, e o santificou. Êxodo 20:8-11

Continua sendo uma manutenção da vida. O shabat (descanso) foi feito por causa do homem e não por causa de Deus, como está referido por Jesus:

E disse-lhes: O sábado (descanso) foi feito por causa do homem, e não o homem por causa do sábado. Marcos 2:27

Assim o shabat é uma dedicação ao homem e não a Deus. Deus não precisa de descanso:

E por esta causa os judeus perseguiram a Jesus, e procuravam matá-lo, porque fazia estas coisas no sábado. E Jesus lhes respondeu: Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também. João 5:16-17

Porém um mais profundo entendimento do shabat poderá ser visto aqui:

O Shabat

_________________
No amor,

Roberto A. Sabino
Blog O Evangelho Vive
rasabino@yahoo.com.br
(044)9805-7891
avatar
rasabino

Mensagens : 215
Data de inscrição : 18/03/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por Gilson Paiva em Dom Nov 10, 2013 1:00 pm

Não querido , errou...
Não tenho interesse em falar do sábado...
Ainda não respondeu meus questionamentos..
Não perguntei sobre a função da lei mas se o livro escrito por Moisés conhecido como lei teve todo teu conteúdo abolido ....
Se insistir ou determinar erroneamente que tenho a intenção de falar de sábado , sairei do fórum com uma impressão ruim...
Não faça isso querido pois somente Deus tem capacidade de ler corações e motivos...
Não desejo falar de sábado com estas perguntas...
Por favor , não insista que tenho tais intenções mas Deus sabe que com toda sinceridade e honestidade eu faço perguntas com boas intenções...
Vou repeti-las novamente...
Lembre-se que minhas perguntas não estão perguntando sobre a função da lei mas se o conteúdo do livro chamado lei foi totalmente abolido ou não..
Espero sinceramente que tente responder as perguntas e não fique tentando adivinhar que eu queira falar de um outro assunto...
Entrei no fórum com sinceridade e não desejo sair daqui agora por ser julgado com intenções que não tenho...


As perguntas :

veja as perguntas que fiz :

Estamos desobrigados de Observar qualquer parte que seja do Conteúdo de um livro escrito por Moisés conhecido como a "Lei" ou ( a "Lei de Moisés") ?

Existem alguma parte desse conteúdo ainda vigente ou o conteúdo foi totalmente abolido ?

Deus te ajude querido !


Gilson Paiva

Mensagens : 31
Data de inscrição : 08/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por rasabino em Dom Nov 10, 2013 1:23 pm

Gilson Paiva escreveu:Não querido , errou...
Não tenho interesse em falar do sábado...
Ainda não respondeu meus questionamentos..
Não perguntei sobre a função da lei mas se o livro escrito por Moisés conhecido como lei  teve todo teu conteúdo abolido ....
Se insistir ou determinar erroneamente   que tenho a intenção de falar de sábado , sairei do fórum com uma impressão ruim...
Não faça isso querido pois somente Deus tem capacidade de ler corações e motivos...
Não desejo falar de sábado com estas perguntas...
Por favor , não insista que tenho tais intenções  mas Deus sabe que com  toda sinceridade e honestidade eu faço perguntas com boas intenções...
Vou repeti-las novamente...
Lembre-se que minhas perguntas não estão perguntando sobre  a função da lei mas se o conteúdo do livro chamado lei foi totalmente abolido ou não..
Espero sinceramente que tente responder as perguntas e não fique tentando adivinhar que eu queira falar de um outro assunto...
Entrei no fórum com sinceridade e não desejo sair daqui agora por ser julgado com intenções que não tenho...


As perguntas :  

veja as perguntas que fiz :

Estamos desobrigados de Observar qualquer parte que seja do Conteúdo   de um livro escrito por Moisés conhecido como a "Lei"  ou ( a "Lei de Moisés") ?

Existem alguma parte desse conteúdo ainda vigente ou  o conteúdo foi totalmente abolido ?

Deus te ajude querido !

 
Me perdoe a minha presunção, estamos há alguns anos em fóruns de debates que nos acostumamos com os temas a serem discutidos.

Na verdade creio que sua pergunta já foi respondida no texto inicial, mas vamos reafirmar a resposta:

O mandamento (Lei) é bom, pois faz a manutenção da vida. Aquele que guarda os mandamentos é um homem feliz (bem-sucedido). Já definimos que a Lei ensina o que seja amar alguém, então se alguém me perguntar o que é amor eu lhe diria: Tudo que está na Lei é ação de amor!

Não matar é uma atitude de amor, não roubar, não cobiçar...e por ai vai. Isto é amor!

Sua pergunta está respondida na medida que a Lei ensina o amor ao próximo. Se Jesus diz que devemos amar nosso próximo então estaremos simultaneamente cumprindo a Lei, porque aquele que ama tem cumprido a Lei!

Só quero deixar claro que mesmo amando este ato não tem poder de ressurreição, porque esta vem pela fé.

E outra coisa: Amor não é caridade (obras), pois a caridade procede da fé. Quem pela fé entende que as coisas desta vida são apenas para esta vida terrena, não terá a menor dificuldade em distribuir caridade (obras) ao seu próximo.

Se com este entendimento ainda não consegui atender suas questões, fique a vontade para nos fazer entender!

_________________
No amor,

Roberto A. Sabino
Blog O Evangelho Vive
rasabino@yahoo.com.br
(044)9805-7891
avatar
rasabino

Mensagens : 215
Data de inscrição : 18/03/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por vasuilvan em Dom Nov 10, 2013 2:39 pm




Puxa...pioraram a minha situação. Agora é que não compreendi mesmo.

Será algo infantil, ficar debaixo da lei de Cristo ou da lei da graça???.

Estes, sim. Eles vivem debaixo da Lei de Cristo.

Debaixo da lei da graça...


quero compreender se, ficar debaixo da lei é algo para a minha proteção ou se é algo assim como um fardo pesado de carregar...

vasuilvan

Mensagens : 11
Data de inscrição : 09/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por Jardim Regado em Dom Nov 10, 2013 2:45 pm

vasuilvan escreveu:


  Puxa...pioraram a minha situação.   Agora é que não compreendi mesmo.

  Será algo infantil, ficar debaixo da lei de Cristo ou da lei da graça???.

  Estes, sim. Eles vivem debaixo da Lei de Cristo.

  Debaixo da lei da graça...


  quero compreender se, ficar debaixo da lei é algo para a minha proteção ou se é algo assim como um fardo pesado de carregar...
Querido, se você creu, amar é consequência natural. A Lei de Deus está escrita no seu coração e você agirá naturalmente em sintonia com o propósito eterno. A fissura em obedecer, acaba criando religiosidade e não relacionamento.

_________________
"Serás como um jardim regado e como um manancial, cujas águas nunca faltam Is 58:11b"

http://janetecardoso.blogspot.com.br/
avatar
Jardim Regado

Mensagens : 223
Data de inscrição : 17/03/2013
Idade : 46
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://janetecardoso.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por Jardim Regado em Dom Nov 10, 2013 2:49 pm

Gilson Paiva escreveu:Não querido , errou...
Não tenho interesse em falar do sábado...
Ainda não respondeu meus questionamentos..
Não perguntei sobre a função da lei mas se o livro escrito por Moisés conhecido como lei  teve todo teu conteúdo abolido ....
Se insistir ou determinar erroneamente   que tenho a intenção de falar de sábado , sairei do fórum com uma impressão ruim...
Não faça isso querido pois somente Deus tem capacidade de ler corações e motivos...
Não desejo falar de sábado com estas perguntas...
Por favor , não insista que tenho tais intenções  mas Deus sabe que com  toda sinceridade e honestidade eu faço perguntas com boas intenções...
Vou repeti-las novamente...
Lembre-se que minhas perguntas não estão perguntando sobre  a função da lei mas se o conteúdo do livro chamado lei foi totalmente abolido ou não..
Espero sinceramente que tente responder as perguntas e não fique tentando adivinhar que eu queira falar de um outro assunto...
Entrei no fórum com sinceridade e não desejo sair daqui agora por ser julgado com intenções que não tenho...


As perguntas :  

veja as perguntas que fiz :

Estamos desobrigados de Observar qualquer parte que seja do Conteúdo   de um livro escrito por Moisés conhecido como a "Lei"  ou ( a "Lei de Moisés") ?

Existem alguma parte desse conteúdo ainda vigente ou  o conteúdo foi totalmente abolido ?

Deus te ajude querido !

 
O Espírito da Lei é o amor. E o amor não te obriga a observá-lo. Se você creu, cumprirá a Lei amando, naturalmente.

_________________
"Serás como um jardim regado e como um manancial, cujas águas nunca faltam Is 58:11b"

http://janetecardoso.blogspot.com.br/
avatar
Jardim Regado

Mensagens : 223
Data de inscrição : 17/03/2013
Idade : 46
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://janetecardoso.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por vasuilvan em Dom Nov 10, 2013 2:51 pm

Rasabino escreveu:E outra coisa: Amor não é caridade (obras), pois a caridade procede da fé. Quem pela fé entende que as coisas desta vida são apenas para esta vida terrena, não terá a menor dificuldade em distribuir caridade (obras) ao seu próximo.
  Só por esta frase já valeu a minha inscrição neste forum.  Isto se explica a caridade praticada pelos amigos espíritas que tenho...


 Outra coisa...Sei que aqui  não o ambiente propício, mas aproveito para indagar acerca do relógio do forum.   As postagens parecem apresentar um relógio fora do contexto.   Quem pode resolver isso????...

vasuilvan

Mensagens : 11
Data de inscrição : 09/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por vasuilvan em Dom Nov 10, 2013 3:00 pm


Grato amiga jardim regado,,,Não sei de que fissura você fala, mas mesmo assim te agradeço.

Jardim Regado escreveu:Querido, se você creu, amar é consequência natural. A Lei de Deus está escrita no seu coração e você agirá naturalmente em sintonia com o propósito eterno. A fissura em obedecer, acaba criando religiosidade e não relacionamento.
Então segundo o teu entendimento, a obediência é uma consequência natural daqueles que creem?, certo.? Posso entender então que aqueles que amam, sejam reconhecidos por meio da obediência à lei de DEUS, inscrita no nosso coração?

Tirando a fissura que leva à religiosidade, temos então que, a obediência à lei inserida no nosso coração, seja um efeito e não uma causa, certo?.

Confirme, se for verdade, pode ser???

vasuilvan

Mensagens : 11
Data de inscrição : 09/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por rasabino em Dom Nov 10, 2013 3:36 pm

vasuilvan escreveu:
Rasabino escreveu:E outra coisa: Amor não é caridade (obras), pois a caridade procede da fé. Quem pela fé entende que as coisas desta vida são apenas para esta vida terrena, não terá a menor dificuldade em distribuir caridade (obras) ao seu próximo.
  Só por esta frase já valeu a minha inscrição neste forum.  Isto se explica a caridade praticada pelos amigos espíritas que tenho...

De fato, a doutrina da reencarnação também ensina que há uma espiritualidade a ser desenvolvida, e consequentemente trabalha e estimula a fé e a caridade. O que a difere do Evangelho é algo muito simples, mas que faz uma grande diferença: Em Jesus já estou aperfeiçoado para viver em eternidade, ou seja, Cristo me transcende direto para vida eterna sem ter que reencarnar:

Quem crê no Filho de Deus, em si mesmo tem o testemunho; quem a Deus não crê mentiroso o fez, porquanto não creu no testemunho que Deus de seu Filho deu. E o testemunho é este: que Deus nos deu a vida eterna; e esta vida está em seu Filho. Quem tem o Filho tem a vida; quem não tem o Filho de Deus não tem a vida. 1 João 5:10-12

Fé pode produzir muitas coisas, mas ressurreição e vida eterna somente se esta fé estiver no Filho do Deus Vivo!

_________________
No amor,

Roberto A. Sabino
Blog O Evangelho Vive
rasabino@yahoo.com.br
(044)9805-7891
avatar
rasabino

Mensagens : 215
Data de inscrição : 18/03/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por Gilson Paiva em Dom Nov 10, 2013 6:48 pm

Rasabino escreveu:Se com este entendimento ainda não consegui atender suas questões, fique a vontade para nos fazer entender!
Reconheço o esforço , a boa vontade , o amor e a paciência mas ainda não respondeu as perguntas...
Talvez não tenha entendido as perguntas...
Vou repeti-las e melhora-las ..:


1- Estamos desobrigados de Observar qualquer parte que seja do Conteúdo de um livro escrito por Moisés conhecido como a "Lei" ou ( a "Lei de Moisés") ?

2-Existem alguma parte desse conteúdo ainda vigente ou o conteúdo foi totalmente abolido ?

Percebeu que pergunto sobre um livro chamado "A Lei" ou ( A Lei de Moisés)..... ?
Percebeu que a pergunta é sobre o conteúdo desse livro ?

Todo conteúdo do livro escrito por Moisés chamado a lei foi totalmente abolido ou ainda tem partes do conteúdo ainda vigentes...

Não estou perguntando o que é Lei ou sobre a lei do espirito etc....
Mas se todo conteúdo do livro escrito por Moisés que atualmente é dividido por 5 livros ( Gênesis , Êxodo , Levitico , Numeros , Deuteronômio) foi abolido ou se ainda tem parte vigente ?

Espero que agora responda com um sim ou não explicando a resposta depois..
Deus te abençoe querido !

Gilson Paiva

Mensagens : 31
Data de inscrição : 08/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por Jardim Regado em Dom Nov 10, 2013 7:27 pm

vasuilvan escreveu:
  Grato amiga jardim regado,,,Não sei de que fissura você fala, mas mesmo assim te agradeço.

 
Jardim Regado escreveu:Querido, se você creu, amar é consequência natural. A Lei de Deus está escrita no seu coração e você agirá naturalmente em sintonia com o propósito eterno. A fissura em obedecer, acaba criando religiosidade e não relacionamento.
  Então segundo o teu entendimento, a obediência é uma consequência natural daqueles que creem?, certo.?  Posso entender então que aqueles que amam, sejam reconhecidos por meio da obediência à lei de DEUS, inscrita no nosso coração?

  Tirando a fissura que leva à religiosidade, temos então que, a obediência à lei inserida no nosso coração, seja um efeito e não uma causa, certo?.

  Confirme, se for verdade, pode ser???
A fissura não é sua Smile
Mas muita gente, preocupado em obedecer, acabam tentando se justificar por meio das obras, quando é o contrário, as pessoas primeiro crêem e passam a assimilar a Lei de Cristo por consequência. E então, frutificam.

_________________
"Serás como um jardim regado e como um manancial, cujas águas nunca faltam Is 58:11b"

http://janetecardoso.blogspot.com.br/
avatar
Jardim Regado

Mensagens : 223
Data de inscrição : 17/03/2013
Idade : 46
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://janetecardoso.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por vasuilvan em Dom Nov 10, 2013 7:45 pm


Jardim regado escreveu:A fissura não é sua Smile
Mas muita gente, preocupado em obedecer, acabam tentando se justificar por meio das obras, quando é o contrário, as pessoas primeiro crêem e passam a assimilar a Lei de Cristo por consequência. E então, frutificam.
Grato amiga, imaginei que não fosse comigo mesmo. (risos). Penso que acredito assim como você. As obras devem ser produzidas a partir de um relacionamento com DEUS. Qualquer obediência fora deste contexto, não passa de mera obra humana.

A parábola do jovem rico é um claro exemplo dessa obra de homem. Consegue perceber que o jovem rico já obedecia aos mandamentos de DEUS?. mas, como?, se ele nem possuía um relacionamento com DEUS, nem o conhecia. Então o jovem rico não tinha sido preparado para aquilo, por isso suas obras(obediência), não agradavam a DEUS. E, quando Cristo colocou-o à prova, pedindo que ele doasse tudo e lhe seguisse, aí então o verdadeiro jovem rico aparece e percebe que não tinha sido transformado para as boas obras...

"Se vocês me amam, obedecerão aos meus mandamentos.
João 14:15


15 “Se me amardes, observareis os meus mandamentos

Podemos observar que aqueles que o amam, serão identificados por meio da obediência. Mas essa obediência precisa ser fruto de um relacionamento com DEUS. Não se ama alguém só de ouvir falar dela, precisa-se ter um relacionamento e a partir daí, passa-se a ama-la.

CONHECER + AMAR = OBEDECER... Essa sequência não pode ser alterada...

vasuilvan

Mensagens : 11
Data de inscrição : 09/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por Gilson Paiva em Dom Nov 10, 2013 8:40 pm

Jardim regado escreveu:
A fissura não é sua Smile
Mas muita gente, preocupado em obedecer, acabam tentando se justificar por meio das obras, quando é o contrário, as pessoas primeiro crêem e passam a assimilar a Lei de Cristo por consequência. E então, frutificam.
Confesso que me emocionei com a forma como a irmã construiu estes pensamentos....
Realmente a obediência só faz sentido se as motivações forem as apresentadas acima...
A obediência tem que ser efeito e nunca causa de justiça e salvação...
Parabéns irmã Jardim pelas lindas palavras que postou !

Gilson Paiva

Mensagens : 31
Data de inscrição : 08/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por vasuilvan em Seg Nov 11, 2013 8:23 am


Jardim Regado, parabéns pelo seu aniversário... Fica com DEUS. Que Ele possa ser seu querer e seu efetuar por toda a sua vida...

vasuilvan

Mensagens : 11
Data de inscrição : 09/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por Jardim Regado em Seg Nov 11, 2013 8:50 am

vasuilvan escreveu:
 
Jardim regado escreveu:A fissura não é sua Smile
Mas muita gente, preocupado em obedecer, acabam tentando se justificar por meio das obras, quando é o contrário, as pessoas primeiro crêem e passam a assimilar a Lei de Cristo por consequência. E então, frutificam.
  Grato amiga,  imaginei que não fosse comigo mesmo. (risos).  Penso que acredito assim como você.  As obras devem ser produzidas a partir de um relacionamento com DEUS.   Qualquer obediência fora deste contexto, não passa de mera obra humana.
Exatamente. Vemos em várias religiões e até mesmo no cristianismo, que muitas pessoas se esforçam para caber em formas, pra fazer caridade, se tornam ativistas de várias causas, mas a raiz é a necessidade de sobressair, de ser notado, de ser exemplar. Num coração guiado por Deus, toda boa obra é Dele através de seus filhos. Não temos do que nos gloriar, senão de conhecer a Deus e saber que o amor que transcende Dele para nós, emana naturalmente na direção dos homens.

A parábola do jovem rico é um claro exemplo dessa obra de homem.  Consegue perceber que o jovem rico já obedecia aos mandamentos de DEUS?. mas, como?, se ele nem possuía um relacionamento com DEUS, nem o conhecia.  Então o jovem rico não tinha sido preparado para aquilo, por isso suas obras(obediência), não agradavam a DEUS.  E, quando Cristo colocou-o à prova, pedindo que ele doasse tudo e lhe seguisse, aí então o verdadeiro jovem rico aparece e percebe que não tinha sido transformado para as boas obras...

  "Se vocês me amam, obedecerão aos meus mandamentos.
João 14:15


  15  “Se me amardes, observareis os meus mandamentos

 Podemos observar que aqueles que o amam, serão identificados por meio da obediência.   Mas essa obediência precisa ser fruto de um relacionamento com DEUS.  Não se ama alguém só de ouvir falar dela, precisa-se ter um relacionamento e a partir daí, passa-se a ama-la.  

  CONHECER + AMAR = OBEDECER...   Essa sequência não pode ser alterada...
Amém! Smile

O que Jesus fez com o jovem rico, foi justamente mostrar que ele era um religioso que se justificava por conseguir observar a Lei, mas não amava a Deus acima de todas as coisas (a riqueza ocupava este lugar) e ao próximo como a si mesmo (pois era penoso para ele se livrar do que era seu em favor de outras pessoas) Então se retirou triste, porque se reconheceu afastado de Deus.

As obras não aperfeiçoam ninguém, o amor sim.

_________________
"Serás como um jardim regado e como um manancial, cujas águas nunca faltam Is 58:11b"

http://janetecardoso.blogspot.com.br/
avatar
Jardim Regado

Mensagens : 223
Data de inscrição : 17/03/2013
Idade : 46
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://janetecardoso.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por Jardim Regado em Seg Nov 11, 2013 8:57 am

Gilson Paiva escreveu:
Jardim regado escreveu:
A fissura não é sua Smile
Mas muita gente, preocupado em obedecer, acabam tentando se justificar por meio das obras, quando é o contrário, as pessoas primeiro crêem e passam a assimilar a Lei de Cristo por consequência. E então, frutificam.
 Confesso que me emocionei com a forma como a irmã construiu estes pensamentos....
 Realmente a obediência só faz sentido se as motivações forem as apresentadas acima...
 A obediência tem que ser efeito e nunca causa de justiça e salvação...
 Parabéns irmã Jardim pelas lindas palavras  que postou !
Oh meu querido, obrigada. Quem segue Jesus entende que apesar de nos chamar de amigos, Ele é Senhor!
Há um propósito eterno e fomos chamados para cooperar. Não somos pessoas sem Lei, mas o Reino de Deus é dentro do homem, onde o Espírito Santo habita. É Ele quem nos conduz no caminho que devemos andar Smile

_________________
"Serás como um jardim regado e como um manancial, cujas águas nunca faltam Is 58:11b"

http://janetecardoso.blogspot.com.br/
avatar
Jardim Regado

Mensagens : 223
Data de inscrição : 17/03/2013
Idade : 46
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://janetecardoso.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por Jardim Regado em Seg Nov 11, 2013 8:58 am

vasuilvan escreveu:
  Jardim Regado, parabéns pelo seu aniversário...   Fica com DEUS.  Que Ele possa ser seu querer e seu efetuar por toda a sua vida...
Amém e obrigada! Smile

_________________
"Serás como um jardim regado e como um manancial, cujas águas nunca faltam Is 58:11b"

http://janetecardoso.blogspot.com.br/
avatar
Jardim Regado

Mensagens : 223
Data de inscrição : 17/03/2013
Idade : 46
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://janetecardoso.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por rasabino em Seg Nov 11, 2013 10:59 am

Gilson Paiva escreveu:
1- Estamos desobrigados de Observar qualquer parte que seja do Conteúdo de um livro escrito por Moisés conhecido como a "Lei"  ou ( a "Lei de Moisés") ?
O termo "desobrigar" sugere uma quebra de obrigações. Neste sentido o Evangelho nos ensina amar, e amar não é uma obrigação, mas uma ação voluntária. Sim, estamos "desobrigados"!

A "observação da Lei" sugere tomar conhecimento e cumpri-la. Com o derramar do Espirito Santo, Ele nos ensina, corrige, orienta, guia, convence de pecado... enfim, não tenho mais um conjuntos de Leis, mas O Espirito Santo dentro em mim para mover-me em amor! Neste sentido diz o texto:

De sorte que, se a perfeição fosse pelo sacerdócio levítico (porque sob ele o povo recebeu a lei), que necessidade havia logo de que outro sacerdote se levantasse, segundo a ordem de Melquisedeque, e não fosse chamado segundo a ordem de Arão? Porque, mudando-se o sacerdócio, necessariamente se faz também mudança da lei. Hebreus 7:11-12

Houve uma mudança na forma da "observação". Antes era de fora para dentro, e agora é de dentro para fora, pois ela está inscrita e não mais escrita!

Gilson Paiva escreveu:
2-Existem alguma parte desse conteúdo ainda vigente ou  o conteúdo foi totalmente abolido?
Os códigos de processos penais (execução da Lei) foram cumpridos, não abolidos. Em Jesus todos os que nEle creem cumpriram a execução da Lei. Assim não resta mais sacrifícios pelos pecados porque em Jesus todos os pecados já foram expiados! Fica somente a Lei que se manifesta através de AMOR.

Gilson Paiva escreveu:
Percebeu que pergunto sobre um livro chamado "A Lei" ou ( A Lei de Moisés)..... ?
Percebeu que a pergunta é sobre o conteúdo desse livro ?
Todo o conteúdo deste livro é uma figura, uma sombra, um arquétipo de Cristo. Quando o Verbo de Deus é encarnado, o Livro todo é manifestado e cumprido na vida, obra e morte de Jesus:

Porque, se vós crêsseis em Moisés, creríeis em mim; porque de mim escreveu ele. João 5:46

Gilson Paiva escreveu:
Todo conteúdo do livro escrito por Moisés chamado a lei foi totalmente abolido ou ainda tem partes do conteúdo ainda vigentes...
Não tem como nós separarmos Jesus da Lei de Moisés, pois esta fala de Jesus, e este a cumpre finalizando um processo de ensino para nos mostrar um caminho mais excelente, qual seja, o Caminho do discípulo. Assim, a Lei teve seu lugar na história para conduzir os Judeus, mas em Cristo temos o Espirito Santo que escreve a mesma Lei em nossos corações. Como posso dizer que a Lei foi abolida se ela está inscrita (Jesus em Carne) dentro do meu ser?

Gilson Paiva escreveu:
Não estou perguntando o que é Lei ou sobre a lei do espirito etc....
Mas se todo conteúdo do livro escrito por Moisés que atualmente é dividido por 5 livros ( Gênesis ,  Êxodo , Levitico , Numeros , Deuteronômio)  foi abolido ou se ainda tem parte vigente ?
A Lei esta reconciliada com Jesus. Moisés e Elias no monte da transfiguração me diz que em Jesus tudo está reconciliado, ajustado, e completo. A Cruz é a direção para qual a Lei sempre aponta: A morte! Se o Espirito de Jesus está em mim, a Lei está em mim, e em Jesus estou crucificado e morto!

Gilson Paiva escreveu:
Espero que agora responda com um sim ou não explicando a resposta depois..
 Deus te abençoe querido !
Como pode observar, não respondo com sim ou não, porque a Lei é Cristo e nós estamos nEle!

_________________
No amor,

Roberto A. Sabino
Blog O Evangelho Vive
rasabino@yahoo.com.br
(044)9805-7891
avatar
rasabino

Mensagens : 215
Data de inscrição : 18/03/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por vasuilvan em Seg Nov 11, 2013 3:49 pm


Agora me surgiu uma pergunta....

A lei inscrita é a mesma lei que era escrita?

vasuilvan

Mensagens : 11
Data de inscrição : 09/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Lei da Graça

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum